Pular para o conteúdo principal

Como Esperado, Petistas Transformaram O Velório De Vavá, Irmão De Lula, Em Um Comício.



Correligionários de Lula não pouparam discurso político mesmo dentro do cemitério

Como esperado, os petistas transformaram o velório de Vavá, irmão de Lula, em um comício.

Vavá morreu ontem, 29, vítima de um câncer. A lei de Execução Penal permite que presos em regime fechado saiam da cadeia em caso de falecimento de um irmão, mas a

decisão cabe ao responsável pelo estabelecimento prisional. Os advogados de Lula pediram à Justiça Federal para que o ex-presidente pudesse ir ao velório, mas tanto a juíza de execuções penais, Carolina Lebbos, quanto o desembargador Leandro Paulsen, do TRF-4, negaram o pedido. Eles alegaram seguir orientação da Polícia Federal, que disse não ter meios de garantir o transporte e a segurança de Lula já que deslocou equipamentos para ajudar em Brumadinho.

Agora, Lula recorre ao STF para ter sua liberdade momentaneamente.

Isso, no entanto, não impediu que correligionários de Lula pudessem transformar o velório de Vavá em um comício.

Em uma live feita hoje no Facebook do ex-presidente, direto do cemitério, petistas como Gleisi Hoffmann, Paulo Pimenta, Fernando Haddad e Eduardo Suplicy se revezaram em discursos políticos para defender o criminoso Lula e atacar a Justiça brasileira.

Gleisi começou: “Na realidade a gente está tentando entender o que acontece e o que está acontecendo para que um homem seja tão perseguido como o Lula está sendo. Lula é um preso político, julgado sem provas, condenado sem provas, preso sem provas. Os processos de Lula não cumprem o que diz a legislação penal. Isso não pode continuar. O ministro Sergio Moro deve uma explicação à sociedade brasileira porque que a Polícia Federal não se dispôs a trazer o Lula aqui”.

Paulo Pimenta continuou: “O Lula hoje é mais que um preso político, Lula é um refém de uma lógica perversa que impõe através do tratamento que é dado a ele, uma



forma de sinalização para tentar intimidade todos e todas neste país que têm coragem de se insurgirem contra esta lógica que está aí”.

Fernando Haddad falou em seguida e disse que os direitos de Lula estava sendo sonegados, não apenas sua ida ao velório, mas a recente medida de Carolina Lebbos de restringir visitas a Lula. O ex-prefeito de São Paulo omitiu que Lula teve privilégios nos últimos meses, podendo receber amigos e líderes religiosos em frequência maior que a de outros presos.

Outras lideranças do PT, como Eduardo Suplicy e Marinho, ex-candidato ao governo de São Paulo, também discursaram neste sentido.

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, chegou a publicar uma convocatória para a militância petista em seu Twitter, mas a apagou logo em seguida. O Antagonista publicou o print:




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POLÍTICA SOCIAL Vergonha para os baianos: dos 100 piores municípios para se viver em todo país, quase metade desses estão no estado da Bahia

Foto: Jucuruçu, no extremo sul da Bahia, é citado na lista Quatro em cada dez cidades brasileiras consideradas as piores para se viver ficam na Bahia. A informação é baseada em um relatório divulgado anualmente pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), que considera um índice similar ao IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, que avalia longevidade, educação e renda da população) da Organização das Nações Unidas. O Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) acompanha o desenvolvimento socioeconômico de todos os mais de 5 mil municípios brasileiros também em três áreas de atuação: emprego e renda, educação e saúde. O índice varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) e quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento da localidade. De acordo com os dados da Firjan, 55,2% do total das cidades possuem desenvolvimento moderado, e 1,9% (106 cidades) estão com baixo desenvolvimento, ou seja, abaixo de 0,4. Apenas 332 cidades (6% do total) possuem alto d

Mais um que apoia o Partido das Trevas: Pastor Daniel Elias da Assembleia de Deus vira garoto propaganda do PT para atrair evangélicos

O pastor é uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas evangélicas Pastor Daniel Elias (Reprodução) A nova estratégia do PT (Partido dos Trabalhadores), para ter um melhor desempenho nas eleições municipais de 2020, é a aproximação dos evangélicos. A pedido do ex-presidente Lula, o partido está criando núcleos evangélicos nos estados para tentar conquistar a classe evangélica que já provou que pode fazer a diferença nas urnas. Uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas é o pastor da Assembleia de Deus de Duque de Caxias RJ, Daniel Elias. O líder religioso é militante do PT e discípulo fiel de Lula. Há um ano ele virou notícia em todo país quando viajou até Curitiba, no Paraná, para realizar um ato profético em favor do ex-presidente que estava preso na carceragem da Polícia Federal (PF). Daniel Elias, de 38 anos, ungiu o cadeado do portão da sede da PF. O pastor admite que a articulação enfrenta dificuldades.  “O grupo ligado à direita chegou primeiro

Quem são os 7 pastores mais respeitados do Mundo; Saiba agora

Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem. Outra pergunta é: Ele é tão bom, se é! Por que é? Ou é escolhido bom apenas pela sua fama? Muitas vezes o bom é aquele que contraria as multidões, mas o bom pode também estar entre as multidões, “Não devemos esquecer que por se tratar da Palavra de Deus, o discurso do pregador deve ser embasado nas Escrituras sempre” então fica ai minha dica e junto também uma de suas mensagem. No VÍDEO abaixo você vai conferir os nomes dos pastores que o Brasil inteiro conhece. São pastores de grandes ministérios que contem números altos de fieis sobre a presença de Deus. Hoje nas