Pular para o conteúdo principal

Lutando contra o adversário errado

O ser humano retira Deus da equação, zomba dos valores dEle, começa a lutar contra as leis de Deus e acha que vai ficar tudo bem?

Foto: Katerina Kerdi/Unsplash
Foto: Katerina Kerdi/Unsplash

Esses dias vi um meme que define bem a revolta desta geração. Uma garota muito brava vomitava palavras iradas, falando mais ou menos isso: “Eu sou assim, grito mesmo, sou sincera, não levo desaforo pra casa, se quiser tem que ser do meu jeito.” A garota olhava pra cima, supostamente se dirigia a Deus. Então, no quadrinho seguinte vinha descendo dos céus um anjo, calmo, com semblante sereno, e simplesmente entregava um papel dobrado à garota. Ao abrir o papel, a resposta dos céus dizia: “Isso não é ser sincera, é ser mal-educada mesmo!”

Olhei a minha volta e pensei, esse meme é muito atual. Pense nas marchas pró qualquer coisa ou causa. Tente ouvir as palavras de ordem e ler os slogans das faixas e cartazes. Se você não lembra de nenhum, vou te ajudar citando alguns: “Meu corpo, minhas regras”, “Prefiro a erva verde do que a tarja preta”, “Legalize o cultivo caseiro”, “Meu útero é laico”...

Veja as brigas que brigam várias famílias. Violências verbais, psicológicas, físicas. Uma mistura de filosofias mancas vai entrando pela TV, internet, iPhone, portais, mídias e fazendo ruir as convicções da aliança um dia idealizada. Na última década, segundo o IBGE e vários sites especializados no tema, o divórcio cresceu 160%, inclusive entre cristãos. A frase batida, repetida e que condensa as muitas razões e justificativas entre os casais é esta: “Eu nasci pra ser feliz, eu mereço ser feliz”.

O ódio entre semelhantes é assustador. Mata-se por causa de futebol. Famílias se dividem por causa de política. Esquarteja-se por causa de um celular. Sacrifica-se crianças para satisfazer a sede de sangue de... deuses. O ego comanda. O eu precisa ser satisfeito em toda sua loucura.

Em todas essas lutas, desconheço vitoriosos, não conheço um mísero orgulhoso que tenha tido vitória. Só vejo gente perdendo, apanhando, quebrando a cara, o estômago e a alma. Só vejo gente arrebentada, sem esperança, insensível, irracional, sem ter para onde correr e blasfemando contra os céus, exatamente como a garota do meme lá do início do meu texto.

É sério mesmo? O ser humano retira Deus da equação, zomba dos valores dEle, começa a lutar contra as leis de Deus e acha que vai ficar tudo bem? Ainda que não saiba, ao desprezar a família, o próximo, a justiça, a integridade de caráter e partir para ações que se opõem a tais valores orientados por Deus, é contra o próprio Deus que esta sociedade está lutando.

Se querem insistir na revolta suicida, insistam. Mas o final já está escrito, derrota seguida de derrota a cada dia. Quando foram levados pelos guardas do Sinédrio, Pedro e os outros apóstolos deram uma banana para a cultura e defenderam os valores da sua fé. Fariseus e saduceus com um misto de inveja, ira e fúria queriam matá-los por conta das convicções que defendiam. Um deles, no entanto, guiado por Deus, usou um argumento milimétrico que abriu os olhos dos acusadores e livrou os apóstolos: “Deixem estes homens em paz e soltem-nos. Se o propósito ou atividade deles for de origem humana, fracassará; se proceder de Deus, vocês não serão capazes de impedi-los, pois se acharão lutando contra Deus.” Atos 5:38-39.

Compreendeu o argumento de Gamaliel? Lutar contra Deus é lutar para perder. Se por acaso você está lutando lutas que não honram a Deus, prejudicam o inocente, roubam o honesto, humilham gratuitamente o outro, traem quem te ama, enganam quem acreditou em você, saiba que está lutando contra Deus e que a derrota é só uma questão de tempo.

Pare de fugir. Lute as lutas certas. Deponha as armas condenadas por Deus: mentira, calúnia, falso testemunho, arrogância. Blaise Pascal tem duas perguntas que precisamos responder: “Se o homem não foi feito por Deus, por que ele só é feliz em Deus? Se o homem foi feito por Deus, por que ele se opõe tanto a Deus?”

Essa geração precisa da nossa oração e amor, pois não é contra carne ou sangue que lutamos. Essa geração precisa abrir os olhos espirituais e perceber que ao dar ouvidos a satanás, automaticamente fica em luta contra Deus, e perde. Quando, porém, passa a lutar ao lado de Deus, vence. E é por isso que o inferno faz de tudo para não perder aqueles que domina, porque sabe que uma vez o homem em Cristo, restará para as trevas uma só situação, sabida desde sempre, derrota. E aí? Que tal concentrar esforços em lutar contra aquele que de fato é adversário?

Edmilson Ferreira Mendes é teólogo. Atua profissionalmente há mais de 20 anos na área de Propaganda e Marketing. Voluntariamente, exerce o pastorado há mais de dez anos. Além de conferencista e preletor em vários eventos, também é escritor, autor de quatro livros: '"Adolescência Virtual", "Por que esta geração não acorda?", "Caminhos" e "Aliança".

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Gospel Urgente

Fonte: Guiame

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Quem são os 7 pastores mais respeitados do Mundo; Saiba agora

Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem. Outra pergunta é: Ele é tão bom, se é! Por que é? Ou é escolhido bom apenas pela sua fama? Muitas vezes o bom é aquele que contraria as multidões, mas o bom pode também estar entre as multidões, “Não devemos esquecer que por se tratar da Palavra de Deus, o discurso do pregador deve ser embasado nas Escrituras sempre” então fica ai minha dica e junto também uma de suas mensagem. No VÍDEO abaixo você vai conferir os nomes dos pastores que o Brasil inteiro conhece. São pastores de grandes ministérios que contem números altos de fieis sobre a presença de Deus. Hoje nas

Mais um que apoia o Partido das Trevas: Pastor Daniel Elias da Assembleia de Deus vira garoto propaganda do PT para atrair evangélicos

O pastor é uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas evangélicas Pastor Daniel Elias (Reprodução) A nova estratégia do PT (Partido dos Trabalhadores), para ter um melhor desempenho nas eleições municipais de 2020, é a aproximação dos evangélicos. A pedido do ex-presidente Lula, o partido está criando núcleos evangélicos nos estados para tentar conquistar a classe evangélica que já provou que pode fazer a diferença nas urnas. Uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas é o pastor da Assembleia de Deus de Duque de Caxias RJ, Daniel Elias. O líder religioso é militante do PT e discípulo fiel de Lula. Há um ano ele virou notícia em todo país quando viajou até Curitiba, no Paraná, para realizar um ato profético em favor do ex-presidente que estava preso na carceragem da Polícia Federal (PF). Daniel Elias, de 38 anos, ungiu o cadeado do portão da sede da PF. O pastor admite que a articulação enfrenta dificuldades.  “O grupo ligado à direita chegou primeiro

IRMÃ DULCE, SANTA? SERÁ? IRMÃ DULCE E O SEU LADO OBSCURO

IRMÃ DULCE E O SEU LADO OBSCURO Retrato de Irmã Dulce Deixar de reconhecer que a D. Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes, filha de Augusto Lopes Pontes e de Dulce Maria de Souza Brito, conhecida mundialmente como Irmã Dulce, fez um trabalho filantrópico, sacrificial, e altruísta, é ser um ignorante, tendencioso e ingrato. Nascida em 26 de maio de 1914, na capital baiana, e falecida no dia 13 de março de 1992,  foi uma religiosa católica brasileira que dedicou a sua vida a ajudar os doentes e os mais necessitados. Foi beatificada pelo Papa Bento XVI, no dia 10 de dezembro de 2010, passando a ser reconhecida com o título de "Bem-aventurada Dulce dos Pobres". Será canonizada pelo Papa Francisco em uma celebração no Vaticano no dia 13 de outubro de 2019. Por ser muito jovem ela foi recusada pelo Convento de Santa Clara. Formou-se em professora primaria em 08 de fevereiro de 1932 e um ano após entrou para a Congregação Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição de D