Notícias do Mundo Inteiro

Header Ads

Magno Malta quebra o silêncio sobre decisão de Bolsonaro e causa polêmica

Através de um vídeo que circula nas redes sociais, o parlamentar desabafa e diz o que pensa sobre um dos temas mais polêmicos defendidos pelo presidente


por Caio Rangel

Magno Malta e Jair Bolsonaro
                                                                          Magno Malta e Jair Bolsonaro


O senador Magno Malta, voltou aos holofotes nesta sexta-feira (18), após a divulgação de um vídeo que circula nas redes sociais conclamando“cidadão brasileiro” a se armar para enfrentar os “terroristas do MST” [Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra]”, a quem tachou de “vagabundos”.
O vídeo, divulgado no portal eletrônico “Diário do Centro do Mundo”, se insere no contexto das manifestações sobre o decreto do presidente Jair Bolsonaro(PSL) assinado na última terça-feira (15), que facilita a aquisição de armas de fogo, desconstruindo o Estatuto do Desarmamento, criado em 2003.
A divulgação do vídeo tem gerado polêmica e dividido as opiniões dos internautas. As palavras de Magno Malta foram essas.
“Agora, cidadão brasileiro, chegou a sua hora. Se você não tem antecedentes criminais, vai lá, faz o seu curso de tiro e aí, a partir desse momento, você se credencia para poder ter a posse de sua arma”, disse o senador Magno Malta no vídeo, de um minuto e três segundos, aparentemente gravado por ele próprio, no interior de um carro.
E continua: “Outra coisa: é importante se dizer sobre todas essas questões. Esses terroristas, vagabundos que invadem terras produtivas, armados, foices, intimidando. Ali agora é um copo de veneno e só bebe veneno quem quer beber veneno”.
O senador finaliza: “Então, agora a história muda. Vai lá requerer os seus direitos. Deus acima de tudo”.
Magno Malta encerra o mandato no dia 1º de fevereiro, quando os senadores eleitos tomam posse.
Fonte: O Fuxico Gospel

Postar um comentário

0 Comentários