Pular para o conteúdo principal

Os apóstolos da igreja primitiva e os atuais

Os verdadeiros apóstolos viveram e morreram pelo nome de Cristo. Os de hoje não morreriam pelo nome Dele, assim como não vivem.

Apóstolos de Cristo

Se autopromover a apóstolo, considerando haver neste título uma posição de superioridade em relação à posição pastoral, se tornou moda nas últimas décadas.

O protestantismo brasileiro é, historicamente, sujeito a modismos. Alguém aparece com uma “novidade” e em seguida há dezenas, centenas, milhares de outros seguindo a mesma “visão”.

Se autopromover a apóstolo, considerando haver neste título uma posição de superioridade em relação à posição pastoral, se tornou moda nas últimas décadas.

O protestantismo brasileiro é, historicamente, sujeito a modismos. Alguém aparece com uma “novidade” e em seguida há dezenas, centenas, milhares de outros seguindo a mesma “visão”.

PUBLICIDADE

Arruma-se alguma justificativa espiritual para garantir a novidade – geralmente é “avivamento” – e conforme alguns ganham projeção com a nova empreitada, outros também embarcam.

Novidades teológicas sempre são perigosas e merecem um escrutínio bíblico severo. Como a Palavra de Deus permanece a mesma, raramente as novidades resistirão à análise acurada. Porém, muitos não se importam. Se há um “avivamento” rolando precisam fazer parte. Se surgiu a partir de uma “revelação”, melhor ainda.

Há premente desejo de sair da mesmice de sempre. São do tipo que precisam de novas experiências, moveres, unções… Novidades.

O Evangelho bíblico então se torna algo que não basta mais, a turma o considera monótono. É preciso esgarçá-lo. Encontrar novas formas de manifestá-lo.

A moda apostólica surgiu nesse bojo. É preciso um estardalhaço que tire a igreja que não lê Bíblia do marasmo, de preferência com pressupostos teológicos que deem guarida à perspectiva de arrecadar muitas ofertas especiais.

Poucas coisas são mais vergonhosas e carnais no evangelicalismo atual do que o “apóstolo” autonomeado que o fez como consideração de promoção e elevação espiritual.

Os apóstolos legítimos, cujos Atos estão relatados no Cânon, completaram um avivamento espiritual que mudou a história do mundo, a geopolítica, a estrutura religiosa e afetou todos os centros de poder.

Respeitamos o legado dos apóstolos de Cristo por dezenove séculos. Não podemos compará-los agora a quem se autopromove para cobrar trízimo e comprar jatinho.

Que moral possuem para se comparar a estes homens?

Chamaram os apóstolos e mandaram açoitá-los. Depois, ordenaram-lhes que não falassem em nome de Jesus e os deixaram sair em liberdade.
Os apóstolos saíram do Sinédrio, alegres por terem sido considerados dignos de serem humilhados por causa do Nome.
Todos os dias, no templo e de casa em casa, não deixavam de ensinar e proclamar que Jesus é o Cristo.  Atos 5:40-42

Os verdadeiros apóstolos se alegravam por seu sofrimento ao pregarem sobre Cristo;

Os de hoje se alegram por baterem as metas de arrecadação estipuladas.

Os verdadeiros apóstolos enfrentavam perigos de morte em viagens missionárias;

Os de hoje organizam viagens à Terra Santa mediante comissão.

Os verdadeiros, ao curarem em nome de Cristo, diziam: “não tenho prata nem ouro, mas o que tenho te dou”.

Os de hoje: “não tenho prata nem ouro, então faremos uma nova campanha para arrecadá-los”.

Os verdadeiros desrespeitaram a lei pregando o evangelho de Cristo quando era proibido.

Os de hoje desrespeitam a lei sonegando impostos e escondendo dinheiro dentro da Bíblia.

Os verdadeiros apóstolos viveram e morreram pelo nome de Cristo.

Os de hoje não morreriam pelo nome Dele, assim como não vivem.

GPrime

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POLÍTICA SOCIAL Vergonha para os baianos: dos 100 piores municípios para se viver em todo país, quase metade desses estão no estado da Bahia

Foto: Jucuruçu, no extremo sul da Bahia, é citado na lista Quatro em cada dez cidades brasileiras consideradas as piores para se viver ficam na Bahia. A informação é baseada em um relatório divulgado anualmente pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), que considera um índice similar ao IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, que avalia longevidade, educação e renda da população) da Organização das Nações Unidas. O Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) acompanha o desenvolvimento socioeconômico de todos os mais de 5 mil municípios brasileiros também em três áreas de atuação: emprego e renda, educação e saúde. O índice varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) e quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento da localidade. De acordo com os dados da Firjan, 55,2% do total das cidades possuem desenvolvimento moderado, e 1,9% (106 cidades) estão com baixo desenvolvimento, ou seja, abaixo de 0,4. Apenas 332 cidades (6% do total) possuem alto d

Mais um que apoia o Partido das Trevas: Pastor Daniel Elias da Assembleia de Deus vira garoto propaganda do PT para atrair evangélicos

O pastor é uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas evangélicas Pastor Daniel Elias (Reprodução) A nova estratégia do PT (Partido dos Trabalhadores), para ter um melhor desempenho nas eleições municipais de 2020, é a aproximação dos evangélicos. A pedido do ex-presidente Lula, o partido está criando núcleos evangélicos nos estados para tentar conquistar a classe evangélica que já provou que pode fazer a diferença nas urnas. Uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas é o pastor da Assembleia de Deus de Duque de Caxias RJ, Daniel Elias. O líder religioso é militante do PT e discípulo fiel de Lula. Há um ano ele virou notícia em todo país quando viajou até Curitiba, no Paraná, para realizar um ato profético em favor do ex-presidente que estava preso na carceragem da Polícia Federal (PF). Daniel Elias, de 38 anos, ungiu o cadeado do portão da sede da PF. O pastor admite que a articulação enfrenta dificuldades.  “O grupo ligado à direita chegou primeiro

Quem são os 7 pastores mais respeitados do Mundo; Saiba agora

Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem. Outra pergunta é: Ele é tão bom, se é! Por que é? Ou é escolhido bom apenas pela sua fama? Muitas vezes o bom é aquele que contraria as multidões, mas o bom pode também estar entre as multidões, “Não devemos esquecer que por se tratar da Palavra de Deus, o discurso do pregador deve ser embasado nas Escrituras sempre” então fica ai minha dica e junto também uma de suas mensagem. No VÍDEO abaixo você vai conferir os nomes dos pastores que o Brasil inteiro conhece. São pastores de grandes ministérios que contem números altos de fieis sobre a presença de Deus. Hoje nas