Notícias do Mundo Inteiro

Header Ads

Os vermelhos, desesperados, atacam novamente

Professores do Ensino Superior de Belém, entoam hino da União Soviética em um encerramento de um Congresso, pago com os impostos dos contribuintes brasileiros 

Eles trocam isso


 por isso 





Em total de respeito ao povo brasileiro, a Justiça Brasileira e ao governo Brasileiro, os professores comunistas gritam "Lula livre" em um congresso na cidade de Belém, no Pará. 

É de lamentar que a Associação Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior, em total delírio e êxtase esquerdista,  cantem o hino da União Soviética , em um congresso pago pelo impostos do povo brasileiro, eo invés de entoar o Hino Nacional Brasileiro. 



Esta imagem abaixo representa bem as nossas universidades:



Os fantoches esquerdista, de punhos cerrado, dizem resistirem o que eles chamam de governo protofacista, entreguista e extrema direita, em relação ao governo Bolsonaro. O desrespeito ao resultado das urnas é escancarado. 
Ao cantar, a internacional, imitam os anarquistas, comunistas e ateus que queriam através do PT implantar o comunismo no Brasil. 
Ao fim da apresentação medonha, os docentes gritam "Lula livre", repetidas vezes.
Será que havia evangélicos lá também?

Enquanto o mundo fica consternado com o que aconteceu em Brumadinho, e até Israel, que também é odiado pelos comunas, envia soldados para ajudar no resgate, esses fantoches esquerdopatas insensíveis, catam o hino da União Soviética.



Foste das imagens: Web



Postar um comentário

0 Comentários