Notícias do Mundo Inteiro

Header Ads

Deputado apresenta projeto para proibir “Bíblia” gay

O parlamentar foi o primeiro a chegar na Câmara dos Deputados para protocolar propostas

Pastor sargento Isidório

O deputado Pastor Sargento Isidorio (Avante-BA) chegou 3h30 mais cedo nesta segunda-feira (4) para protocolar seus primeiros projetos de lei na Câmara dos Deputados, ambos tratam sobre a Bíblia.
O texto apresentado por ele quer transformar a Bíblia em “Patrimônio Nacional, Cultural e Imaterial do Brasil e da Humanidade”.
Na justificativa, Isidoro destaca que a Bíblia que é o livro mais antigo e também o mais lido no mundo sendo “resultado de longa experiência religiosa do povo de Israel”.
O segundo projeto apresentado por ele quer proibir que usem o nome “Bíblia” para outros livros que não o Livro Sagrado dos cristãos.
“O uso indevido dos termos “Bíblia” e/ou “Bíblia Sagrada” será passível de punição conforme tipificado no crime de estelionato”, pede o projeto de lei.
Na justificativa, o pastor ataca diretamente a chamada “Bíblia Gay”. “É o caso da polêmica do livro em edição que se especula chamar bíblia gay. Veja o absurdo: há indícios que tal livro pretende tirar as referências que condenam o homossexualismo. Seria uma verdadeira heresia e total desrespeito as autoridades eclesiásticas”, diz.
É claro que esse projeto tem que ser discutido, debatido e votado pelos parlamentares. Acredito que o primeiro projeto terá mais dificuldade na aprovação, pois proibir o termo Bíblia, é impedir a livre manifestação de pensamento.
Adaptado do G Prime

Postar um comentário

0 Comentários