Pular para o conteúdo principal

Escolas da França substituirão “pai” e “mãe” por “responsável 1” e “responsável 2”

Conservadores acreditam que a nova redação “dissolverá os conceitos básicos da família”


As escolas francesas estão prestes a substituir as palavras “mãe” e “pai” por “parent 1” e “parent 2” segundo a legislação aprovada no início desta semana, explica o jornal Liberation.  O termo pode ser traduzido como “pai” ou “responsável” e os termos neutros substituirão os tradicionais na documentação escolar, prevê uma nova legislação.
“Esta alteração visa enraizar a diversidade da família das crianças nas formas apresentadas na escola”, enfatizou Valérie Petit, deputada do partido REM, o mesmo do presidente Emmanuel Macron. De acordo com Petit, os formulários administrativos atuais não aceitam famílias do mesmo sexo. “Temos famílias que não querem se ver presas a modelos sociais e familiares bastante antiquados. Para nós, esta mudança é uma medida da igualdade social, que deve ancorar a diversidade da família na lei”, disse ela.

Família tradicional ainda é maioria

Legisladores conservadores condenaram a legislação, lembrando que a maioria das famílias permanece sendo formada por um pai e uma mãe.
“Quando ouço as pessoas dizerem que isso é um modelo antiquado, gostaria de lembrar que hoje entre os contratos  matrimoniais celebrados, cerca de 95% são homem-mulher”, enfatizou o deputado conservador Xavier Breton.
Os conservadores também disseram que a nova redação dissolverá os conceitos básicos da família.
O deputado Fabien Di Filippo condenou o projeto como um exemplo de “uma ideologia assustadora, que em nome do igualitarismo ilimitado promove a remoção de pontos de referência, inclusive os que dizem respeito à família”.
Curiosamente, até mesmo organizações liberais, como AFDH, associação francesa que apóia pais do mesmo sexo, afirmaram que a linguagem proposta não é perfeita, porque os números 1 e 2 implicam que um dos pais é de alguma forma mais importante que o outro.
“Quem é o ‘pai número 1’ e quem é ‘pai número 2’?” perguntou o presidente da AFDH, Alexandre Urwicz, acrescentando que a legislação precisa de mais retrabalho.
O projeto ainda precisa ser votado pelo Senado, que é dominado por parlamentares de direita. Isso pode fazer com a proposta legislativa volte à Assembléia Nacional para emendas e uma leitura final.
A ideia de substituir “mãe” e “pai” por “responsáveis” numerados apareceu pela primeira vez durante os debates de uma lei de 2013, que legalizava o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Depois disso, algumas cidades adotaram a linguagem em suas escolas, com Paris sendo a mais recente.
Fonte: Gospel Prime

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Quem são os 7 pastores mais respeitados do Mundo; Saiba agora

Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem. Outra pergunta é: Ele é tão bom, se é! Por que é? Ou é escolhido bom apenas pela sua fama? Muitas vezes o bom é aquele que contraria as multidões, mas o bom pode também estar entre as multidões, “Não devemos esquecer que por se tratar da Palavra de Deus, o discurso do pregador deve ser embasado nas Escrituras sempre” então fica ai minha dica e junto também uma de suas mensagem. No VÍDEO abaixo você vai conferir os nomes dos pastores que o Brasil inteiro conhece. São pastores de grandes ministérios que contem números altos de fieis sobre a presença de Deus. Hoje nas

Mais um que apoia o Partido das Trevas: Pastor Daniel Elias da Assembleia de Deus vira garoto propaganda do PT para atrair evangélicos

O pastor é uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas evangélicas Pastor Daniel Elias (Reprodução) A nova estratégia do PT (Partido dos Trabalhadores), para ter um melhor desempenho nas eleições municipais de 2020, é a aproximação dos evangélicos. A pedido do ex-presidente Lula, o partido está criando núcleos evangélicos nos estados para tentar conquistar a classe evangélica que já provou que pode fazer a diferença nas urnas. Uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas é o pastor da Assembleia de Deus de Duque de Caxias RJ, Daniel Elias. O líder religioso é militante do PT e discípulo fiel de Lula. Há um ano ele virou notícia em todo país quando viajou até Curitiba, no Paraná, para realizar um ato profético em favor do ex-presidente que estava preso na carceragem da Polícia Federal (PF). Daniel Elias, de 38 anos, ungiu o cadeado do portão da sede da PF. O pastor admite que a articulação enfrenta dificuldades.  “O grupo ligado à direita chegou primeiro

IRMÃ DULCE, SANTA? SERÁ? IRMÃ DULCE E O SEU LADO OBSCURO

IRMÃ DULCE E O SEU LADO OBSCURO Retrato de Irmã Dulce Deixar de reconhecer que a D. Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes, filha de Augusto Lopes Pontes e de Dulce Maria de Souza Brito, conhecida mundialmente como Irmã Dulce, fez um trabalho filantrópico, sacrificial, e altruísta, é ser um ignorante, tendencioso e ingrato. Nascida em 26 de maio de 1914, na capital baiana, e falecida no dia 13 de março de 1992,  foi uma religiosa católica brasileira que dedicou a sua vida a ajudar os doentes e os mais necessitados. Foi beatificada pelo Papa Bento XVI, no dia 10 de dezembro de 2010, passando a ser reconhecida com o título de "Bem-aventurada Dulce dos Pobres". Será canonizada pelo Papa Francisco em uma celebração no Vaticano no dia 13 de outubro de 2019. Por ser muito jovem ela foi recusada pelo Convento de Santa Clara. Formou-se em professora primaria em 08 de fevereiro de 1932 e um ano após entrou para a Congregação Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição de D