Pular para o conteúdo principal

O prédio da igreja é alugado, e agora?

A igreja paga IPTU?

Por Direito Religioso

Templo cristão. (Photo by Akira Hojo on Unsplash)

Apesar da clareza do texto constitucional sobre a imunidade tributária às Igrejas e Templos de qualquer culto, não é fácil responder sobre o tema rapidamente quando vamos pagar as contas. Cada atividade que realizamos pode estar sujeita ao pagamento de um imposto.

A rotina da Igreja não envolve apenas a reunião de pessoas: ofertas são entregues, contas são pagas, serviços são realizados.
E o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) é um exemplo de tributo que tem por fim arrecadar recursos financeiros aos municípios.
Ele está relacionado à propriedade, domínio útil ou a posse de propriedade imóvel localizada em zona ou extensão urbana.
Diferente de uma pessoa física ou jurídica, que ao realizar alguma dessas ações, atrai inevitavelmente a imposição de pagar este imposto, a Igreja, por ser uma organização religiosa, deve ser vista de forma diferente – pela previsão da Constituição da República, e por sua natureza fundamental.
Uma análise sobre à essência da organização religiosa é indispensável para compreender as razões que explicam a imunidade tributária no pagamento de IPTU às Igrejas.
Assim sendo, mesmo quando a Igreja não é a proprietária do prédio, mas o utiliza como inquilina, ela está imune à cobrança do IPTU, o mesmo acontece quando a organização religiosa aluga um prédio seu para outra atividade, também é imune da cobrança deste IPTU, caso os alugueres havidos tenham sua destinação na finalidade essencial.
No vídeo segue maiores informações sobre o tema:

Fonte: Direito Religioso

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POLÍTICA SOCIAL Vergonha para os baianos: dos 100 piores municípios para se viver em todo país, quase metade desses estão no estado da Bahia

Foto: Jucuruçu, no extremo sul da Bahia, é citado na lista Quatro em cada dez cidades brasileiras consideradas as piores para se viver ficam na Bahia. A informação é baseada em um relatório divulgado anualmente pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), que considera um índice similar ao IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, que avalia longevidade, educação e renda da população) da Organização das Nações Unidas. O Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) acompanha o desenvolvimento socioeconômico de todos os mais de 5 mil municípios brasileiros também em três áreas de atuação: emprego e renda, educação e saúde. O índice varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) e quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento da localidade. De acordo com os dados da Firjan, 55,2% do total das cidades possuem desenvolvimento moderado, e 1,9% (106 cidades) estão com baixo desenvolvimento, ou seja, abaixo de 0,4. Apenas 332 cidades (6% do total) possuem alto d

Mais um que apoia o Partido das Trevas: Pastor Daniel Elias da Assembleia de Deus vira garoto propaganda do PT para atrair evangélicos

O pastor é uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas evangélicas Pastor Daniel Elias (Reprodução) A nova estratégia do PT (Partido dos Trabalhadores), para ter um melhor desempenho nas eleições municipais de 2020, é a aproximação dos evangélicos. A pedido do ex-presidente Lula, o partido está criando núcleos evangélicos nos estados para tentar conquistar a classe evangélica que já provou que pode fazer a diferença nas urnas. Uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas é o pastor da Assembleia de Deus de Duque de Caxias RJ, Daniel Elias. O líder religioso é militante do PT e discípulo fiel de Lula. Há um ano ele virou notícia em todo país quando viajou até Curitiba, no Paraná, para realizar um ato profético em favor do ex-presidente que estava preso na carceragem da Polícia Federal (PF). Daniel Elias, de 38 anos, ungiu o cadeado do portão da sede da PF. O pastor admite que a articulação enfrenta dificuldades.  “O grupo ligado à direita chegou primeiro

Quem são os 7 pastores mais respeitados do Mundo; Saiba agora

Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem. Outra pergunta é: Ele é tão bom, se é! Por que é? Ou é escolhido bom apenas pela sua fama? Muitas vezes o bom é aquele que contraria as multidões, mas o bom pode também estar entre as multidões, “Não devemos esquecer que por se tratar da Palavra de Deus, o discurso do pregador deve ser embasado nas Escrituras sempre” então fica ai minha dica e junto também uma de suas mensagem. No VÍDEO abaixo você vai conferir os nomes dos pastores que o Brasil inteiro conhece. São pastores de grandes ministérios que contem números altos de fieis sobre a presença de Deus. Hoje nas