sexta-feira, 30 de agosto de 2019

Criança de 8 anos muda de gênero e pais comemoram

Maria Eduarda mudou de nome na prefeitura para Eduardo





                        Maria Eduarda mudou de nome para Eduardo Arte: Pleno.News








Uma criança de apenas 8 anos teve a mudança de gênero registrada nesta quarta-feira (28) na Prefeitura de Pindamonhangaba, interior de São Paulo. Eduardo Lopes Freitas nasceu Maria Eduarda, mas quando tinha 4 anos decidiu que trocaria de gênero.

Os pais não fizeram oposição à filha e ela passou a adotar o nome social na escolinha. Depois disso, a criança quis fazer a mudança na cédula de identidade, o que passou a ser permitido em sua cidade no dia 20 de agosto.


Segundo a mãe, Regina Helena Lopes, o pedido partiu da criança e foi defendido pelos pais. Após a mudança, ela chegou a comemorar nas redes sociais e agradecer a Deus.

– A cara de felicidade de alguém que teve seus direitos respeitados. Agora é oficialmente Eduardo. Dudu foi o pioneiro em Pinda, foi a primeira pessoa a requerer seu nome social, obrigada meu Deus – escreveu.

A notícia provocou controvérsias nas redes sociais.

Obs. do editor: Infelizmente, mais uma vitória das trevas. Isso não se comemora, isso nos faz chorar de grande angústia. Os ideologos desta ideologia são os verdadeiros responsáveis por esse absurdo juntamente com os pais, que nada fazem para impedir e ainda comemoram. 

Fonte: Pleno News

MPE pede fechamento de igreja evangélica por suposto incômodo aos vizinhos

A promotora pediu que a igreja tenha as atividades suspensas, independente de justificação prévia ou contestação

Por 
Heleno Farias

Em 2017, policiais apreenderam som de uma Igreja no Paraná e ação causou polemica com fiéis. Foto: Reprodução

O Ministério Público Estadual (MPE) de Mato Grosso pediu, em uma ação civil, a suspensão das atividades de uma igreja evangélica, localizada no centro de Sorriso, até a regularização da acústica do prédio onde são realizados os cultos. A investigação que resultou no pedido de providências partiu da denúncia de um vizinho, feita ainda em 2014, que relatou que os cultos são realizados diariamente, das 19h às 22h, e que são gerados muitos barulhos, perturbando o sossego dos moradores da região.

Vistoria

Durante a fase de inquérito, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Sorriso realizou uma vistoria, em julho de 2014, e constatou que a igreja estava funcionando de modo irregular, sem alvarás e licença ambiental. “Também foi constatado pelos agentes fiscalizadores que a estrutura física do templo religioso não possui tratamento acústico para a utilização de equipamento de som”, consta na ação.

5 anos de prazo

Segundo a promotora Fernanda Pawelec Vieira foram feitas “reiteradas comunicações”, porém a igreja se limitou a pedir mais prazo para regularizar a situação. “Passados mais de cinco anos desde a primeira inspeção, e sendo os responsáveis advertidos para regularização e tendo tido, portanto, tempo mais do que suficiente para a regularização daquelas graves infrações, verifica-se que ambos os requeridos, até o presente momento, não providenciaram suas licenças ambientais, tampouco capacitaram o estabelecimento com isolamento acústico. Em que pese irregulares, permanecem exercendo suas atividades, fazendo funcionar estabelecimento potencialmente poluidor, sem a licença do órgão ambiental competente, contrariando as normas legais e regulamentares pertinentes”.

Multa

Em caráter liminar, a promotora pediu que a igreja tenha as atividades suspensas, independente de justificação prévia ou contestação, até que faça a “execução completa de tratamento de isolamento acústico para conter a emissão de ruídos acima dos limites legais” e protocole “projeto de licenciamento ambiental junto à Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, sob pena de imposição de multa diária pelo descumprimento ou atraso no cumprimento de, no mínimo, R$ 1 mil reais”. Em julgamento mérito, Fernande cobra que a igreja seja condenada a pagar indenização por danos ambientais, em valor a ser definido pela Justiça.

Fonte: JM Notícias

Perfume francês Chanel 5 usa planta ameaçada da Amazônia

       Linalol presente em perfume francês vem de árvore amazônica

Famoso perfume francês vem de árvore ameaçada de extinção Foto: Pixabay

A Amazônia e sua riqueza de plantas e animais serve de matéria-prima para uma infinidade de produtos presentes na indústria e no comércio mundial. Um desses artigos famosos no mundo inteiro é o perfume francês Chanel Nº 5, que utiliza recursos de uma árvore chamada pau-rosa, planta ameaçada de extinção.

O linalol, óleo extraído da planta que pode crescer até 30 metros, é um componente importante na fabricação do famoso perfume francês. O item, que somente é encontrado na Amazônia, foi fortemente explorado no último século, especialmente na década de 60, quando foi o terceiro produto mais exportado do país. A extração sem critérios, porém, fez com que a árvore ficasse ameaçada de extinção.

O risco fez com que, na década de 90, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) proibisse o corte e a extração do pau-rosa. Algumas empresas conseguiram na Justiça o direito de manter a exploração desta árvore e até hoje perfumistas do mundo inteiro usam a matéria-prima que vem da Amazônia.

Fonte: Pleno News


Cercada por militares, cristãos fazem oração e impedem o fechamento de igreja



Resultado de imagem para igreja perseguida

Localizada na África do Norte, a Argélia – oficialmente República Argelina Democrática e Popular – possui 99% da sua população de 40 milhões de habitantes seguindo a religião muçulmana. Por causa disso, manter uma igreja no país não é tarefa fácil para os cristãos locais.

Exemplo disso foi uma tentativa recente, no último dia 25, das autoridades do governo de querer fechar uma igreja localizada em Ighzer Amokrane, a 192 quilômetros ao leste de Argel, que possui cerca de 300 membros cristãos.

Um grupo de militares armados chegou ao local pela manhã, mas como os líderes da igreja já haviam tomado conhecimento da ordem para fechar o templo, eles se reuniram no local à espera dos militares.
Estiveram no local um membro do conselho do grupo legalmente reconhecido de igrejas protestantes na Argélia, a Igreja Protestante da Argélia (l’Église Protestante d’Algérie, ou EPA) e seus advogados, todos com o apoio de outras 33 igrejas cristãs.
Enquanto o advogado Wahab Chiter questionava a ordem de fechamento do templo aos militares, os cristãos reunidos no templo, liderados pelo pastor Salah Chalah, oravam a Deus por uma solução pacífica. Eles se recusaram a sair do local, pois disseram que a ação do governo seria injusta.
O comandante da brigada de militares decidiu, por fim, ligar para o seu superior, que marcou um encontro com os líderes da igreja, ordenando a retirada dos militares, segundo o Morning Star News.
“O que acabou de acontecer foi um feito para a igreja argelina”, disse um dos líderes da igreja Ighzer Amokrane, Idjouadiene Madjid. “Permanecemos confiantes no Senhor. A mão que assinou a ordem de fechamento terminará assinando o decreto de seu cancelamento. Eu tenho uma garantia firme disso”.
Contexto
Desde o final de 2017 o governo da Argélia tem iniciado uma campanha contra a permanência de igrejas “clandestinas” no país. Para funcionar legalmente, os líderes precisam obter uma licença fornecida pelo governo.
Entretanto, essa licença dificilmente é fornecida, de modo que a Lei 03/06 que regulamenta o funcionamento dessas igrejas na Argélia serve muito mais como um pretexto para a perseguição religiosa aos cristãos.
“A maioria das igrejas da EPA foi desafiada a provar que está licenciada de acordo com uma portaria de 2006 [Lei 03/06] que estipula que todo culto não-muçulmano deve ser realizado em prédios especialmente designados para esse fim”, segundo um comunicado de imprensa do MEC.
Fonte: Gospel+

Elaine Martins diz que o mundo gospel está pior que o secular


Elaine Martins é uma das poucas artistas gospel que evitam, a todo custo, se envolver em polêmicas.



Elaine Martins (Reprodução Instagram)Elaine Martins (Reprodução Instagram)
A cantora gospel Elaine Martins, um dos maiores nomes do segmento gospel pentecostal do país, chocou ao fazer um comentário incomum.
Contratada da MK, Elaine é uma das poucas artistas que evitam, a todo custo, se envolver em polêmicas. No entanto, neste sábado a cantora resolveu se unir a Nívea Soares, outra artista de conduta ilibada, e comentar um post polêmico de Chris Duran.
A postagem do também cantor gospel, chocou pela sinceridade. “Pra não me contaminar com o sistema, precisei fugir de dois mundos; O mundo secular e o mundo gospel”. Esse foi o texto publicado pelo artista.
Fonte: O Fuxico gospel

terça-feira, 27 de agosto de 2019

Bispo Romualdo pretende levar fiéis da igreja Universal após divisão?

Um vídeo publicado pelo canal “Tudo pela Verdade” neste último dia 12, deu o que falar nas redes sociais.


Bispo Romualdo Panceiro - Foto Reprodução

         Bispo Romualdo pretende tomar igreja Universal de Edir Macedo?. 

Um vídeo publicado pelo canal “Tudo pela Verdade” neste último dia 12,deu o que falar nas redes sociais. O ex-Pastor Marcelo Roque publicou um áudio de um dos pastores de dentro da igreja Universal falando sobre os últimos acontecimentos relacionados ao Ex-Bispo Romualdo Panceiro.

Segundo as informações do suposto pastor Romualdo Panceiro que desapareceu do mapa,afirmou com todas as letras que vai tomar a igreja Universal de Edir Macedo. Há alguns meses,circula um boato de que o Cnpj no qual a instituição está cadastrada,pertence a Panceiro. Romualdo ressaltou que não vai deixar a Universal para Renato Cardoso e Cristiane.
Precavido,Macedo já estaria trocando as placas e todas as informações da igreja que pudessem associar os templos ao CNPJ de Romualdo.
Caso o ex-bispo queira requirir na justiça os imóveis onde funcionam os templos,não haverá nada associado.Entretanto,ainda haveria,segundo Panceiro grandes catedrais no nome de Romualdo Panceiro. Isso estaria deixando O líder máximo da Universal em polvorosa.
Romualdo Panceiro, ainda teria afirmado que metade dos pastores da igreja estão com ele,que estão apenas esperando o Edir Macedo partir dessa pra melhor para se juntarem a Romualdo.Ele ainda ressaltou que mesmo afastado,tem todas as informações do que acontece dentro da igreja.
Romualdo Panceiro desligou-se da igreja após Renato Cardoso descobrir uma fraude bilionária do bispo.Ele teria desviado quase um bi dos cofres da universal para ilhas fiscais. Confrontado,ele deu um soco na cara de Renato Cardoso,que chegou a cair no chão.
Romualdo desde então,separou-se de sua mulher,com quem vivia há 30 anos e sumiu no mapa.Rumores deram conta de que o bispo estaria se preparando para abrir uma igreja no Rio de Janeiro.Porém,pela demora desse fato se concretizar,tudo indica que ele está esperando para tomar as igrejas de seu ex-líder Macedo.
Um grande suspense tem se levantado sobre o que vai acontecer caso Edir Macedo venha falecer.Apesar de Macedo estar cheio de vida e querendo se ver muito longe desse dia,por conta de sua idade,muitos já começaram a indagar o que acontecerá com o enorme patrimônio de Edir Macedo.
Fonte: O Buxixo Gospel

Cuidado se você tem ou vai fazer tatuagem; Saiba o motivo agora


De acordo com informações do Sebrae o mercado de tatuagem cresceu mais de 24% este ano e este crescimento tem um impacto principalmente dos evangélicos que vem cada vez mais fazendo tatuagem.


Cuidado se você tem ou vai fazer uma tatuagem. Saiba o motivo agora. De acordo com informações do Sebrae o mercado de tatuagem cresceu mais de 24% este ano e este crescimento tem um impacto principalmente dos evangélicos que vem cada vez mais fazendo tatuagem.

Para alguns a tatuagem não é pecado por não ter respaldo Bíblico afirmando que não pode ter uma tatuagem, por outro lado existe cristãos afirmam ser pecado usar tatuagem pelo fato que nosso corpo é morada do espirito santo.
A grande questão que muitas pessoas não sabem é a origem da tatuagem e qual é seu verdadeiro significado, talvez para algumas pessoas é super legal ter uma tatuagem e agora que está na moda muitos fazem.
Entretanto será que a tatuagem é pecado? será que os cristãos pode fazer tatuagem? a grande pergunta que o Pastor Whillian fez que deixaram muitos jovens que queriam fazer tatuagem foi a seguinte “Jesus faria uma tatuagem se fosse você” após está pergunta os jovens se calaram e muitos deles não fez tatuagem.
Antes de você ver o vídeo sobre a tatuagem deixe a sua opinião, você acha que é pecado fazer tatuagem ou não? deixe seu comentário.
https://www.youtube.com/watch?v=XOd83aWYIkI

Fonte: O Buxixo Gospel


Pregadores usurpadores


“Admoestamos aos pregadores de plantão a que não queiramos usurpar o lugar do Espírito Santo.”
Por João Paulo de Souza

*******************************************************************************************
Os pregadores usurpadores são autossuficientes. Em geral, eles abandonam a oração, a santidade, a vigilância e, sobretudo, a leitura sistemática da Bíblia.
Tampouco estão preocupados com a própria reputação. O que eles mais adoram é estar em destaque. Essa atitude do coração tem destruído muitos ministérios que, em algum tempo de sua caminhada, deram frutos; outros, sequer começaram a frutificar no Senhor, porque nunca foram impactados por uma conversão genuína.
À título de exemplo, tomaremos a autossuficiência espiritual de Satanás.
Em Ezequiel 28.11-19, podemos perceber uma analogia latente com relação ao Inimigo:
Veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Filho do homem, levanta uma lamentação sobre o rei de Tiro, e dize-lhe: Assim diz o Senhor DEUS: Tu eras o selo da medida, cheio de sabedoria e perfeito em formosura. Estiveste no Éden, jardim de Deus; de toda a pedra preciosa era a tua cobertura: sardônia, topázio, diamante, turquesa, ônix, jaspe, safira, carbúnculo, esmeralda e ouro; em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados. Tu eras o querubim, ungido para cobrir, e te estabeleci; no monte santo de Deus estavas, no meio das pedras afogueadas andavas. Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniquidade em ti. Na multiplicação do teu comércio encheram o teu interior de violência, e pecaste; por isso te lancei, profanado, do monte de Deus, e te fiz perecer, ó querubim cobridor, do meio das pedras afogueadas. Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; por terra te lancei, diante dos reis te pus, para que olhem para ti. Pela multidão das tuas iniquidades, pela injustiça do teu comércio profanaste os teus santuários; eu, pois, fiz sair do meio de ti um fogo, que te consumiu e te tornei em cinza sobre a terra, aos olhos de todos os que te vêem. Todos os que te conhecem entre os povos estão espantados de ti; em grande espanto te tornaste, e nunca mais subsistirá.3
Stamps ajuda-nos a esclarecer melhor essa passagem das Escrituras:
No devido contexto, a profecia de Ezequiel contra o “rei” de Tiro parece conter uma referência velada a Satanás como o verdadeiro governante de Tiro e como o deus deste mundo (cf. 2 Co 4.4; 1 Jo 5.19).
O rei descrito como um visitante que estava no jardim do Éden (v. 13), que fora um anjo, “querubim ungido” (v.14), e uma criatura perfeita em todos os seus caminhos, até que nela se achou iniquidade (v. 15). Por causa do seu orgulho pecaminoso (v. 17), foi precipitado do “monte de Deus” (VV. 16, 17; cf. Is 14.13-15).4
A queda do Diabo exemplifica bem o abatimento dos pregadores usurpadores. O Diabo caiu porque queria ser igual a Deus. E por que muitos pregadores de agora estão caindo? Porque estão tentando usurpar o lugar do Espírito Santo, que, segundo Jesus, convence-nos “do pecado, e da justiça, e do juízo” (Jo 16.8). Inclusive, num dia desses tomamos conhecimento de que um pregador (pregador?) afirmou que conseguia “animar a igreja”.
Este tipo de pensamento é antibíblico e blasfemo! É fruto de um coração embriagado pelo “vinho” de Satanás!
Semelhantemente, Adão e Eva resolveram agir independentes de Deus e se deram mal (Gn 3). As consequências dessa danosa atitude custou-lhes a presença do Criador, a vida imperecível, a harmonia no lar e a perfeita consciência para com o Senhor.
Admoestamos aos pregadores de plantão a que não queiramos usurpar o lugar do Espírito Santo. Cabe-nos tão-somente estar submissos a vontade de Deus, para sermos instrumentos em Suas santas e poderosas mãos. E, em nossas pregações, não nos preocupemos em impactar o auditório; deixemos isso com o Espírito do Senhor, pois Ele sabe fazer isso como ninguém: “O Espírito do Senhor é sobre mim, pois que me ungiu” (Lc 4.18).
 Notas e Referências:
1 “Usurpação”. Dicionário Caldas Aulete Digital. Disponível em: <http://www.aulete.com.br/usurpador>. Acesso em: 30 jan. 2017.
2 BÍBLIA, Português. Bíblia do Obreiro. São Paulo: SBB, 2014, p. 1637.

Bíblia de Estudo Scofield. Almeida Corrigida Fiel. São Paulo: SBTB, 2014, p. 741.
Bíblia de Estudo Pentecostal. Almeida Revista e Corrigida. Rio de Janeiro: CPAD, 2007, p. 1211.
Fonte: Gospel Prime

Soberania ameaçada: Macron fala em “status internacional” da Amazônia

Presidente brasileiro havia questionado interesse do francês em ajudar Amazônia.

Por Michael Caceres

Emmanuel Macron em conferência de imprensa
Emmanuel Macron em conferência de imprensa (Foto: YouTube)

O presidente da França, Emmanuel Macron, foi questionado sobre a possibilidade de definir um “status internacional” para a Amazônia, respondendo que isso não está descartado.
Ele afirmou considerar que esse pode ser o caso se o “Estado soberano” tomar de “maneira clara e concreta medidas que se opõem ao interesse de todo o planeta.
“A verdade é que associações, ONGs e atores internacionais, inclusive jurídicos, questionaram em diversos anos se era possível definir um status internacional para a Amazônia”, afirmou Macron.
O presidente francês também afirmou que apesar do tema não ter entrado na pauta de discussões do G7, grupo dos países ricos, isso permanece aberto.
“Ele [Bolsonaro] deseja ser respeitado como ator nesse jogo, mas acredito que ele tem consciência desse tema – em todo caso, eu prefiro ter essa esperança. Não é hoje que vamos decidir nada sobre isso, mas é um tema que permanece aberto e continuará a prosperar, nos próximos meses e anos”, declarou.
Mais cedo, em entrevista a imprensa, o presidente Jair Bolsonaro havia questionado o interesse de Macron em oferecer ajuda para as ações de combate às queimadas na região amazônica.
Bolsonaro comentou o anuncio do francês de que os países ricos enviariam ajuda para combater o desmatamento na floresta.
“‘Macron promete ajuda de países ricos à Amazônia’. Será que alguém ajuda alguém – a não ser uma pessoa pobre, né? – sem retorno? […] O que que eles querem lá há tanto tempo?”, questionou Bolsonaro.
Fonte: Gospel Prime



segunda-feira, 26 de agosto de 2019

As mulheres no islamismo e no cristianismo


As mulheres no islamismo e no cristianismo



Por Salim Almahdy
Pesquisador especialidade em islamismo e autor da série “Uma olhada por trás do véu”

O papel da mulher no cristianismo é um dos assuntos mais críticos que os muçulmanos tentam esconder dos ocidentais, pois as pessoas de matriz cultural judaico-cristã têm dificuldades em entender que possa existir uma religião que confesse ter um tratamento tão rígido para com as mulheres. Neste artigo, em lembrança à celebração do dia nacional da mulher em nosso país, mencionaremos o que o Alcorão e o Hadith (ensinos, palavras e atos de Maomé) dizem sobre as mulheres no islamismo, assim como a opinião de Maomé e dos Califas.

A mulher no islamismo


No islamismo, a mulher é considerada muito inferior ao homem, em todas as esferas imagináveis. Tanto é assim que nas traduções das obras árabes em língua portuguesa (assim como no próprio árabe) não é raro constatarmos o emprego do pronome “que” em vez de “quem”, num expresso rebaixamento da mulher à condição de objeto.
Abu Bakr Ahmed Ibn Abd Allah, um dos sábios muçulmanos, em seu livro, intitulado Al-Musanaf, escreveu: “Umar (o Justo Califa) estava, certa vez, falando e foi interrompido por sua mulher, ao que ele lhe disse: ‘Você é um brinquedo, se precisar de você, eu a chamo.’” Na obra Kans-el-Ummal, Amru Bin Al Aas, também um califa, afirmou: “Mulheres são brinquedos; escolha uma”.
A Sura 4.34, do Alcorão, declara: “Os homens têm autoridade sobre as mulheres porque Alá fez eles superiores a elas”. No livro A mulher e o islamismo, Ahmed Zaki Tuffaha, renomado muçulmano, declarou: “Deus estabeleceu a superioridade do homem sobre a mulher pelo verso acima (Sura 4.34), o que não permite a igualdade entre o homem e a mulher. Porque aqui o homem está sobre a mulher devido à sua superioridade intelectual...”.
A religião islâmica apregoa a inferioridade da mulher em todos os aspectos e aponta muitas deficiências no sexo feminino para justificar essa posição. No Sahih Al Bukhari, uma das seis coleções canônicas dos ensinamentos muçulmanos (Hadith), considerada por muitos muçulmanos como o livro mais autêntico depois do Alcorão, lemos: “Certa vez, o apóstolo de Alá disse a um grupo de mulheres: ‘Não conheço ninguém mais deficiente em inteligência e religião do que vocês. Um homem prudente, sensível, pode ser desencaminhado por qualquer uma de vocês’. As mulheres perguntaram: ‘Ó apóstolo de Alá, qual a deficiência da nossa inteligência e da nossa religião?’. Ele disse: ‘Não é a evidência de duas mulheres igual ao testemunho de um homem?’. Elas responderam que sim. Ele disse: ‘Essa é a deficiência da sua inteligência...’. ‘Não é verdade que as mulheres não podem orar nem jejuar durante a menstruação?’. As mulheres responderam que sim. Ele disse: ‘Essa é a deficiência da sua religião’”.
Esse Hadith é inteiramente aceito, o que lhe dá um alto grau de autenticidade no islamismo. Por isso, é ensinado por eminentes estudiosos islâmicos, como, por exemplo, Ghazali, Ibn Al Arabi e Razi, entre muitos outros. A mesma obra ainda prossegue: “A mulher é como uma costela, se você tentar endireitá-la, ela se quebra. Portanto, se você quer tirar proveito dela, faça-o mesmo sendo ela defeituosa”.

O contrato de casamento


Além disso, a mulher sofre uma série de enfrentamentos com o ato matrimonial. Em seu livro, As mulheres no islamismo, Rafiqul Haqq resumiu a importância do contrato de casamento de acordo por meio de três diferentes escolas islâmicas. Citando o livro Al-Fiqh ala al-Mazahib al-Arba’a, de Abd Ar Rahman Al Gaziri, ele diz: “O entendimento aceito nas diferentes escolas de jurisprudência islâmica é que aquilo que foi contratado no casamento é para o benefício que o homem possa ter da mulher e não o contrário”. A mesma obra mostra que os seguidores de Imã Malik, autoridade religiosa islâmica, declararam que o contrato de casamento é um contrato de propriedade do benefício do órgão sexual da mulher e do resto do seu corpo. O mesmo livro ainda declara que os seguidores de outro Imã, Shaffi, disseram: “A visão mais aceita é que o que foi contratado é a mulher, isto é, o benefício derivado do seu órgão sexual”. Outros afirmam: “O que foi contratado é tanto o homem quanto a mulher”.
Segundo a primeira opinião, a esposa não pode exigir sexo de seu marido, porque o direito é dele, não dela. Segundo a última opinião, ela pode exigir ter sexo com ele.
Os seguidores do Imã Abu Hanifa entendem dessa maneira: “O direito ao prazer sexual pertence ao homem, não à mulher; isto quer dizer que o homem tem o direito de forçar a mulher a gratificá-lo sexualmente. Ela, por sua vez, não tem o direito de forçá-lo a fazer sexo com ela, a não ser uma vez (na vida). Mas, ele precisa, do ponto de vista da religião, fazer sexo com ela para protegê-la de ser moralmente corrompida”.

O número de esposas


O homem pode se casar com até quatro mulheres livres ao mesmo tempo, e pode divorciar-se de uma delas e casar-se com uma quinta, desde que não mantenha mais do que quatro esposas ao mesmo tempo. Ele pode ter sexo com um número ilimitado de moças escravas e concubinas. A Sura 4.3 diz: “Se você tem medo de não poder tratar com justiça os órfãos, case-se com as mulheres que você escolher, duas ou três ou quatro, mas se você tem medo de não poder agir com justiça (com elas), então somente uma, ou aquela que a sua mão direita possui que seja mais apropriada, para evitar que você cometa injustiça”.
Em seu livro, Al-Fiqh ala al-Mazahib al-Arba’a, Abd Ar Rahman Al Gaziri escreveu: “Pois se um homem comprar uma moça escrava, o contrato de compra inclui o seu direito de ter sexo com ela”. Este contrato visa, em primeiro lugar, a posse dela e, em segundo, desfrutar dela sexualmente.
Na obra Ihy’a ‘Uloum ed-Din, de Ghazali, um sábio muito famoso entre os muçulmanos, há citação de uma das justificativas para um homem se casar com mais de uma mulher: “Alguns homens têm um desejo sexual compulsivo tão grande que uma mulher não é suficiente para protegê-los (do adultério). Tais homens, portanto, devem se casar com mais de uma mulher e podem ter até quatro esposas”. Ghazali deu um exemplo para esse desejo sexual excessivo no mesmo livro, assim dizendo: “Ali [que os xiitas consideram o profeta de Alá], que foi o mais ascético de todos os companheiros, teve quatro esposas e dezessete escravas como concubinas”. No Sahih Bukhari, Hadith nº142, parte 7, lemos: “O Profeta costumava passar (ter relações sexuais com) todas as esposas numa só noite e, naquele tempo, ele tinha nove esposas [...] Certa vez, ele falou, acerca de si mesmo, que tinha recebido a potência sexual de quarenta homens”, conforme escrito no Al Tabakat Al Kobra, de Mohammed Ibn Saad, outra autoridade religiosa islâmica.

A mulher no cristianismo


Apresentamos este tópico por meio da excelente pesquisa do reverendo presbiteriano André Álvares, pela sua lucidez e abrangência. Segundo ele, “o único líder da antiguidade que concedeu dignidade e voz às mulheres foi, sem dúvida alguma, Jesus Cristo. A situação da mulher no contexto cultural palestino era de completa submissão ao homem. No ambiente urbano, a mulher, de forma alguma, estabelecia contato direto com os homens. Em Jesus Cristo, notamos uma completa subversão desse quadro. Cristo falava publicamente com mulheres, possuindo inúmeras discípulas. Nutria uma relação de verdadeira amizade com as irmãs Marta e Maria, como fica claro no texto de Lucas 10.38-42. Sua elevada consideração para com as mulheres foi motivo de escândalo entre os discípulos homens.
“No evangelho de João, encontramos os seguintes dizeres: ‘Naquele instante, chegaram seus discípulos e admiravam-se de que falasse com uma mulher; nenhum deles, porém, lhe perguntou: Que procuras? Que falas com ela?’ (Jo 4.27). Sua mensagem de salvação, seus ensinamentos e seus milagres eram direcionados a todos, homens e mulheres. Não é de se estranhar que justamente o sexo feminino, tão desprezado e oprimido pelo homem, tenha sido escolhido por Deus para testemunhar o maior evento da história da salvação da humanidade: a ressurreição de Cristo!”.

A mulher nos textos paulinos


No entanto, certa interpretação literalista de determinados textos paulinos, principalmente em ambientes reacionários e fundamentalistas, tem passado a falsa impressão de que a mulher não possuía uma participação ativa na jovem comunidade cristã.
Essa idéia é completamente errônea. No Novo Testamento, encontramos as quatro filhas de Felipe que “profetizavam”, isto é, falavam em público. Em Romanos 16.7, encontramos, entre os apóstolos, uma pessoa com o nome Júnia, com certeza uma mulher. No mesmo texto, temos o exemplo de Febe, diaconisa da igreja de Cencréia. Convém lembrar que o termo “diaconisa”, empregado no texto citado, vem do grego diakonos, que denota o título de ministra e não de uma mera auxiliadora assistencial. A mesma palavra, porém, não aparece em Atos 6, onde o serviço diaconal, como conhecemos nos dias atuais, era predominantemente assistencialista. O título diakonos era exatamente o mesmo concedido a Paulo, a Apolo e a tantos outros homens.

A mulher segundo os pais da Igreja primitiva


Não bastassem as fortes evidências bíblicas que nos mostram a autoridade concedida à mulher na Igreja primitiva, temos o testemunho de muitos pais da Igreja. Irineu de Lião, Orígenes e João Crisóstomo testemunharam sobre a efetiva participação feminina na vida eclesial. Confirmando essa posição de destaque, a teóloga metodista mexicana Elsa Tamez transmite as seguintes informações: “No século 3o d.C., o bispo de Cesaréia, Firmiliano, menciona uma mulher da Capadócia que celebrara a Ceia do Senhor. Eram tempos de perseguição, e ela, corajosamente, reuniu os cristãos e incluiu a Eucaristia ou Ceia do Senhor na celebração. O bispo, assombrado, disse que ela o fez excelentemente”.
Fontes pagãs também atestam a importância feminina nos primórdios do cristianismo. Plínio, o Jovem, governador da província romana da Bitínia, informa ao imperador Trajano que duas ministras da Igreja Cristã foram torturadas.
Infelizmente, após a oficialização do cristianismo como religião oficial do Império Romano, a estrutura patriarcal e machista desse governo foi incorporada na Igreja. Desse período em diante, o papel da mulher na Igreja foi-se restringindo à vida monástica. Mesmo assim, encontramos mulheres de grande influência e labor teológico, como Macrina, responsável direta pela formação espiritual de seus dois irmãos, Basílio, o Grande, bispo de Cesaréia, e Gregório de Nissa, conhecidos como “grandes capadócios”, verdadeiros gigantes da Igreja oriental de fala grega.

A mulher segundo os reformadores


Durante o período medieval, noviças de inúmeras ordens eclesiásticas desempenhavam um importante papel na Igreja, mas em situação de completa submissão ao clero masculino. Nesse mesmo período, um grupo dissidente, que, posteriormente, iria abraçar, de forma oficial, o protestantismo calvinista, concedia um elevado status às mulheres. Estamos falando dos valdenses, que possuíam inúmeras pregadoras no interior de seu movimento. Essas mulheres ministravam a Palavra com autoridade para ambos os sexos. Com o início do movimento protestante do século 16, essa situação, mesmo que timidamente, foi gradativamente alterada.
Em seu programa de Reforma, Martinho Lutero aconselhou que os príncipes alemães organizassem escolas públicas para meninos e meninas. Nunca a educação formal de jovens garotas foi alvo de um programa sugerido por um líder religioso. Martin Bucer, reformador da cidade-estado de Estrasburgo, elaborou um ousado plano eclesiástico em 1532, no qual estava prevista a ordenação de mulheres ao diaconato.
João Calvino trocou correspondência com várias mulheres e, entre vários assuntos de natureza pastoral, houve debates até mesmo sobre pontos teológicos. O mesmo Calvino escreveu, na edição francesa de sua obra magna, as “Institutas”, datada de 1541, livro IV, capítulo XV, o seguinte pensamento: “E, alguma vez, chegará a hora em que seria melhor que a mulher falasse do que se calasse”. Para o reformador de Genebra, a restrição paulina — encontrada em apenas um texto das Escrituras — para a ordenação de mulheres ao oficialato não deveria ser vista como um dogma de fé, mas, sim, como uma convenção cultural de determinada época.
Essa postura de Calvino acabou influenciando inúmeras mulheres a desempenharem uma função prática de pastoras, mesmo que não fossem ordenadas para tal. É bastante interessante o relato da historiadora estadunidense Natalle Daves a respeito da participação feminina: “Algumas mulheres prisioneiras nas cadeias da França pregavam para grande consolo de ambos os ouvintes, homens e mulheres. O nosso jurista, ex-calvinista, Florimond de Raemond, deu vários exemplos, tanto de conventículos protestantes quanto de serviços reformados regulares — até o fim de 1572 — de mulheres que, enquanto esperavam a chegada de um pregador, subiam ao púlpito e liam a Bíblia. Finalmente, em algumas igrejas reformadas no sudoeste de Paris, numa área em que tecelões e mulheres tinham sido convertidos anteriormente, irrompeu um movimento para que leigos pregassem. Isso permitiria que ambos, mulheres e homens sem instrução, se levantassem na igreja e falassem sobre as coisas santas”.

A mulher nos dias atuais


Com o passar do tempo, principalmente no cristianismo protestante, a mulher, mesmo sob uma cerrada cruzada fundamentalista, tem conquistado seu espaço. Em nosso país, denominações irmãs, como, por exemplo, Exército da Salvação, Igreja do Evangelho Quadrangular, Episcopal Anglicana, Metodista do Brasil, Evangélica de Confissão Luterana, Presbiteriana Unida e uma infinidade de comunidades pentecostais livres, ordenaram mulheres aos diferentes níveis de oficialato.
Rogamos a Deus que a mulher não seja reconhecida apenas em uma data, mas que seu valor seja notado diariamente, assim como nos ensina o apóstolo Paulo: “Não há judeu nem grego, não há escravo nem livre, não há homem nem mulher, pois todos sois um em Cristo Jesus” (Gl 3.28).

Notas de referências:

1 Sucessores do profeta Maomé, na qualidade de guias ou líderes temporais e espirituais da comunidade islâmica.
2 ABD ALLAH, Abu Bakr Ahmed Ibn. Al-Musanaf. (Vol.1), p. 263.
3 AL AAS. Amru Bin. Kans-el-Ummal. Hadith nº 919.
4 TUFFAHA, Ahmed Zaki. A mulher e o islamismo, p. 36.
5 AL AAS. Amru Bin. Kans-el-Ummal. Hadith nº 113.
6 AL GAZIRI, Abd Ar Rahman. Al-Fiqh ala al-Mazahib al-Arba’a, vol. 4, p. 488.
7 Idem.
8 Idem.
9 Idem, p. 89.
10 AL-NIKAH, Kitab Adab. Ihy’a ‘Uloum ed-Din, de Ghazali, vol. 2, p. 34.
11 Idem, p. 27.
12 IBN SAAD, Mohammed. Al Tabakat Al Kobra, vol. 8, p. 139.
13 http://andrealvares.blogspot.com/2009/09/mulher-e-o-cristianismo-um-passeio-pela.html

Fontes: Fotos da web/adaptado do site ICP

terça-feira, 20 de agosto de 2019

POLIGAMIA E INCESTO. Zambelli denuncia projeto de Manuela que pretende legalizar casamento entre pais e filhos (Veja o Vídeo)

PROJETO IMUNDO E LOUCO DA MANUELA D'ÁVILA E ORLANDO MAIA, OS COMUNISTAS



Alguém tem dúvida que esse projeto visa destruir  a família criada por Deus?

Esse lixo de Projeto de Lei 3369/2015 é  da ex-deputada federal e candidata a vice-presidente da chapa Haddad/Manuela, e de Orlando Silva.  
Essa mulher comunista de carteirinha e que foi vice do poste, é a mesma que foi envolvida diretamente nas picaretagens do hacker Walter Delgatti Neto, o "Vermelho".

Casar pai com filha, filho com mãe, irmão com irmã e todos os tipos de possibilidades. Tudo isso está inserido no projeto demoníaco comunista. Todo esse ajuntamento querem chamar de família. 

Túlio Gadelha, atual parceiro da Fátima Bernades, que é ex de Willian Bonner, é o deputado relator do projeto.
Amanhã, dia 21 de agosto será o dia da votação desse projeto-lixo na Comissão de Direitos Humanos. 

Um vídeo foi gravado pela deputada Carla Zambelli do PSL, denunciando esse atentado contra a família. 

Veja: 


Fonte: Adaptado de Jornal da Cidade



sábado, 17 de agosto de 2019

Mineradora norueguesa tinha 'duto clandestino' para lançar rejeitos em nascentes amazônicas

Essa empresa é da Noruega, prejudicou as nossas águas e o seu país ainda critica Bolsonaro


alagamento na sede da Hydro Cred 
 Inspeção flagra alagamento de lama vermelha com alumínio na sede da Hydro Cred | Foto: Instituto Evandro Chagas 


Além de um vazamento de restos tóxicos de mineração, que contaminou diversas comunidades de Barcarena, no Pará, a gigante norueguesa Hydro usou uma "tubulação clandestina de lançamento de efluentes não tratados" em um conjunto de nascentes do rio Muripi, aponta um laudo divulgado nesta quinta-feira pelo Instituto Evandro Chagas, do Ministério da Saúde.
Após negar irregularidades, a Hydro admitiu, em nota, a existência do canal encontrado por pesquisadores.
"Durante uma das vistorias, verificou-se a existência de uma tubulação com pequena vazão de água de coloração avermelhada na área da refinaria", afirma a empresa. "Conforme solicitado pelas autoridades, a empresa está fazendo as investigações necessárias para identificar a origem e natureza do material, bem como realizando a imediata vedação desta tubulação."


A multinacional produtora de alumínio, cujo acionista majoritário e controlador é o governo da Noruega, voltou ao noticiário brasileiro após a confirmação do vazamento, no último sábado, de uma barragem que continha soda cáustica e metais tóxicos, após chuvas fortes na região.
No ano passado, em meio a críticas do governo norueguês sobre o desmatamento na Amazônia, a BBC Brasil informou que a empresa devia R$ 17 milhões ao Ibama em multas por contaminação de rios da região em 2009.
"Houve duas constatações. Primeiro, transbordo de efluentes. Os níveis de alumínio nos rios estavam 25 vezes mais altos que os estabelecidos pela legislação. Segundo, o mais grave de tudo, a empresa fez uma tubulação para jogar resíduos diretamente no ambiente", disse à BBC Brasil o pesquisador em saúde pública Marcelo de Oliveira Lima, que assina o laudo oficial.

Segundo o especialista, "a população usa estas águas para recreação, consumo e captura de peixes", o que poderia levar a contaminação também para o solo e o organismo dos moradores. Resultados de testes feitos no cabelo e pele dos vizinhos à barragem devem ser divulgados nas próximas semanas.
Após denúncias feitas por moradores de comunidades próximas sobre o vazamento, a Hydro divulgou a seus clientes uma nota em que classificava o episódio como "boato", afirmando que "não houve vazamentos ou rompimentos" nos depósitos.
Após ser informada sobre o laudo oficial, entretanto, a empresa norueguesa disse, em nota enviada à BBC Brasil, que "tem o compromisso de corrigir qualquer problema que possa ter sido causado pela sua operação".


reunião de moradores
 Moradores se reuniram em audiencia pública nesta sexta-feira para discutir contaminação na região | Foto: Divulgação 


"A Hydro Alunorte informa que está providenciando imediatamente o fornecimento de água potável para as comunidades de Vila Nova e Bom Futuro, com apoio da Defesa Civil. A empresa se compromete a colaborar com as comunidades, onde foram coletadas as amostras pelo Instituto Evandro Chagas, para encontrar soluções de acesso permanente à água potável, em conjunto com as partes interessadas", afirma a companhia.
Questionada sobre a tubulação clandestina apontada pelo laudo e sobre a nota em que negava o vazamento, a empresa disse que aguarda receber o laudo oficial para comentá-lo.
Procurado, o governo norueguês afirmou que não conseguiria responder às perguntas enviadas pela reportagem em tempo hábil.

Barcarena x Mariana

Nesta sexta, o Ministério Público Federal e do estado do Pará enviaram à empresa um documento que solicita que uma das bacias da empresa seja imediatamente embargada.
Segundo os órgãos, há risco de rompimento da bacia, o que despertou temor por uma tragédia semelhante à de Mariana (MG), em 2015, quando um mar de lama cobriu municípios e se espalhou pelo rio Doce até chegar ao oceano.
"Uma das bacias sequer tinha licença para operar. Estamos recomendando desde o fornecimento de água, uma vez que o Evandro Chagas constatou que essa água não é própria para o consumo", afirmou a promotora de justiça agrária Eliane Moreira, em entrevista coletiva. 



Igarapé do Dendê coberto por lama

 Igarapé do Dendê coberto por lama vermelha as margens de comunidades | Foto: Divulgação 

 À BBC Brasil, o geógrafo Luiz Jardim, professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), disse que as barragens de Mariana e de Barcarena "têm naturezas distintas".
"Enquanto a da Samarco, em Mariana, era para lavagem de minério, a da Hydro, em Barcarena, é industrial, e guarda os resultados tóxicos da transformação da bauxita em alumina. Ela já pressupõe a existência de produtos químicos que fazem parte desta transformação, já que a limpeza dos minérios é feita antes, em Oriximiná."
Para Jardim, que integra o Comitê Nacional em Defesa dos Territórios Frente à Mineração, que reúne 110 organizações ligadas ao tema, o risco de inundação em Mariana era maior graças ao relevo mineiro.
"Em Mariana, a barragem é muito mais alta do ponto de vista de relevo, em relação à declividade da Amazônia, onde há uma planície fluvial. Então a força do rompimento, caso ele ocorra, será menor. O que é central no caso de Barcarena é o potencial mais alto de contaminação dos rejeitos", avalia.

'A gente não quer migalha'

Em junho do ano passado, a BBC Brasil revelou que a empresa controlada pelo governo norueguês é alvo de uma série de denúncias do Ministério Público Federal (MPF) do Pará e de quase 2 mil processos judiciais por contaminação de rios e comunidades de Barcarena (PA).
Segundo o Ibama, a empresa não pagou até hoje multas estipuladas em R$ 17 milhões, após outro transbordamento de lama tóxica, em 2009. Ainda de acordo com o instituto, o vazamento na época colocou a população local em risco e gerou "mortandade de peixes e destruição significativa da biodiversidade".

O trauma com o último vazamento trouxe pânico a moradores de comunidades próximas à sede da empresa, localizada em área de difícil acesso na floresta amazônica. 

 lama contaminada escorrendo da empresa norueguesa
Peritos flagraram enxurrada de lama contaminada escorrendo da sede da empresa norueguesa em Barcarena | Foto: Instituto Evandro Chagas  

" Esse não é o primeiro vazamento. O de 2009 impactou demais", diz à reportagem Sandra Amorim, moradora da comunidade quilombola sítio São João, que fica a um quilômetro da bacia da Hydro.
"Primeiro eles negaram. Depois do laudo, dizem que teve vazamento. Eles prometeram agora que vão começar a distribuir água mineral potável e comida. Isso não é suficiente pra gente. A gente não quer migalha. A gente quer essa situação resolvida", afirmou.
A moradora prossegue, dizendo que "tem pessoas com coceiras pelo corpo e gente ficando doente" na comunidade.
Não há confirmação oficial sobre contaminação de moradores da região afetada até que os testes feitos por peritos sejam divulgados. O laudo recém-divulgado pelo Instituto Evandro Chagas aponta que a concentração de elementos como alumínio, chumbo, sódio e nitrato e alumínio nos rios da região extrapolaram os limites estipulados pelo Ministério da Saúde.
O pH registrado nas águas foi 10 - extremamente alcalino, em decorrência do derrame de soda cáustica, usada no processo de beneficiamento da bauxita, matéria-prima do alumínio.

Rastro de poluição

A Ordem dos Advogados do Brasil no Pará (OAB-PA) afirmou, em nota, que vai pedir o afastamento do secretário de Meio Ambiente do Pará, Thales Belo, e intervenção judicial na Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará (Semas), após a constatação da tubulação clandestina na região.
"Causou indignação especial a constatação pelos pesquisadores do IEC da existência de um dreno 'clandestino', por onde a empresa, com a aquiescência da Semas, drenava rejeitos quando as chuvas se intensificavam", diz o órgão.
Graças a uma rede de abastecimento de água que atende a apenas 40% da população local, os rios e poços artesianos são a principal fonte de água na região da pequena Barcarena - que viu sua população crescer em ritmo três vezes mais rápido que o do resto do país nos últimos 40 anos graças aos empregos gerados por mineradoras que se instalaram na região.

 duto clandestino
 Duto clandestino encontrado por pesquisadores despeja material tóxico em nascentes | Foto: Instituto Evandro Chagas


Formado por dezenas de ilhas e igarapés, o município experimenta crescimento desordenado desde que se tornou um importante exportador de commodities minerais (bauxita, alumínio e caulim), vegetais (soja) e animais (gado vivo).
"O histórico de acidentes ambientais em Barcarena é impressionante, uma média de um por ano", disse à BBC Brasil, em junho passado, o procurador da República Bruno Valente, que assina uma ação civil pública movida em 2016. 

"O transbordamento de lama da bacia de rejeitos da Hydro afetou uma série de comunidades em 2009 e até hoje nunca houve uma compensação ou pagamento de multa", afirmou.
Dono de 34,3% das ações da megaprodutora mundial de alumínio, o governo da Noruega ganhou manchetes em todo o mundo no ano passado, após criticar publicamente o aumento do desmatamento na Amazônia.
Despertando constrangimento na primeira visita oficial do presidente Michel Temer à Noruega, o país anunciou, na época, um corte estimado em R$ 200 milhões nos recursos que repassa ao Fundo Amazônia, destinado à preservação ambiental.

Fonte: BBC Brasil