Pular para o conteúdo principal

Análise: Um rapaz chamado Felipe Neto quer educar seu filho

PATRICIA LAGES/R7

Eis que esta semana, pegando carona em mais uma polêmica, surge o youtuber e digital influencer Felipe Neto no que chama de “campanha a favor da união, da diversidade, da aceitação do abraço” em favor de comunidade LGBT.
Mas como encaixar essa preocupação repentina com o que ele disse anteriormente em um de seus vídeos onde cria uma suposta divisão entre homossexuais, ridicularizando sua forma de falar e se referindo a eles como “‘viadinhos’ que querem aparecer”, com perdão do termo.
Felipe Neto, contradições e hipocrisia
Felipe Neto, contradições e hipocrisiaReprodução/Instagram
Em seus vídeos no YouTube – plataforma que ora critica, ora declara amor e gratidão – o rapaz grita, xinga, fala palavrões como vírgulas, incita o bullying e, além disso, revira os olhos e ataca quem pensa diferente dele. Não satisfeito com isso, costumeiramente Felipe Neto dita as regras do que seus seguidores devem fazer, com a autoridade de quem sabe que tem controle sobre eles.
Mas, Felipe quer educar, afinal, ele também ensina! Há um vídeo em que ele orienta seus seguidores menores de idade a criarem uma conta falsa no YouTube para poderem assistir conteúdos para maiores de 18 anos. Ele explica que, para poder ter acesso livre, os menores precisam estar “logados” em uma conta cujo registro de idade indique que são maiores. Ele dá até um exemplo, dizendo: “se você colocar que nasceu em 86, você tem mais de 18 anos!”.
E tem mais, pois ele continua: “nós não vamos perder, corujas loucas desse Brasil, sabe por quê? Porque vocês vão criar conta no YouTube. A partir de agora assistam todos os meus vídeos “logados”, crie uma conta no YouTube. É muito importante, porque você vai descobrir o milagre do ‘ser inscrito nos canais’. Crie a conta e se inscreve no meu canal. Aqui em baixo tem um botão.” E, para terminar sua convocação ditatorial como se fosse apenas um call to action, acrescenta sua marca: palavrões.
Sem falar de sua hipocrisia quando criticou veementemente artistas que deixam seus fãs esperando horas por uma foto em vez de os atenderem prontamente. Sobre isso, Felipe esbraveja: “Parem de reclamar! Para de falar que você tem que ser intocado, cara! Para de recusar foto com fã! O maluco que fica ali duas horas para tirar uma foto com você, ele está sofrendo mais do que você, desgraçado! Tira uma foto com seu fã, deixa de ser babaca!” E, mais uma vez, para finalizar sua fala, palavrões, claro!
Porém, essa mesma pessoa que chama de desgraçado e babaca quem deixa fãs esperando por fotos, postou um vídeo onde reclama de seus próprios fãs. Quando a situação o envolve, o discurso é totalmente diferente e ele apela, dizendo: “Galera, não sei se tá dando para ouvir...” – faz uma pausa para vazar o áudio dos gritos, com cara de sofrimento – e continua: “...Tá isso o dia inteiro... o dia inteiro... eu não sei mais o que fazer. As crianças estão descobrindo o endereço aqui e elas não tocam a campainha porque a segurança proíbe, só que elas ficam ali, do lado de fora, berrando o dia inteiro. E, assim... a gente não vai sair para atender! E aí tão berrando lá fora: ‘eu tô aqui há duas horas, vem aqui tirar foto!’ Gente, ninguém consegue entender que isso é errado? Pô, a gente tá dentro de casa... por favor, galera!”
Pai e mãe: se você educa seu filho para que ele não seja hipócrita, preconceituoso, não ridicularize as pessoas, não use palavrões em seu vocabulário e tenha empatia pelo próximo, Felipe Neto está na contramão de todo o seu trabalho árduo. Afinal, você orienta seu filho para que ele seja uma boa pessoa, mas Felipe Neto manda que ele seja outra. Quanto a mim, a cada dia mais agradeço pela escolha de não ter tido filhos.
Patricia Lages
É jornalista internacional, tendo atuado na Argentina, Inglaterra e Israel. É autora de cinco best-sellers de finanças e empreendedorismo e do blog Bolsa Blindada. Ministra cursos e palestras, tendo se apresentado no evento “Success, the only choice” na Universidade Harvard (2014). Na TV, apresenta os quadros "Economia doméstica" no programa "Mulheres" TV Gazeta e "Economia a Dois" na Escola do Amor, Record TV. No YouTube mantém o canal "Patrícia Lages - Dicas de Economia", com vídeos todas as segundas e quartas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POLÍTICA SOCIAL Vergonha para os baianos: dos 100 piores municípios para se viver em todo país, quase metade desses estão no estado da Bahia

Foto: Jucuruçu, no extremo sul da Bahia, é citado na lista Quatro em cada dez cidades brasileiras consideradas as piores para se viver ficam na Bahia. A informação é baseada em um relatório divulgado anualmente pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), que considera um índice similar ao IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, que avalia longevidade, educação e renda da população) da Organização das Nações Unidas. O Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) acompanha o desenvolvimento socioeconômico de todos os mais de 5 mil municípios brasileiros também em três áreas de atuação: emprego e renda, educação e saúde. O índice varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) e quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento da localidade. De acordo com os dados da Firjan, 55,2% do total das cidades possuem desenvolvimento moderado, e 1,9% (106 cidades) estão com baixo desenvolvimento, ou seja, abaixo de 0,4. Apenas 332 cidades (6% do total) possuem alto d

Mais um que apoia o Partido das Trevas: Pastor Daniel Elias da Assembleia de Deus vira garoto propaganda do PT para atrair evangélicos

O pastor é uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas evangélicas Pastor Daniel Elias (Reprodução) A nova estratégia do PT (Partido dos Trabalhadores), para ter um melhor desempenho nas eleições municipais de 2020, é a aproximação dos evangélicos. A pedido do ex-presidente Lula, o partido está criando núcleos evangélicos nos estados para tentar conquistar a classe evangélica que já provou que pode fazer a diferença nas urnas. Uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas é o pastor da Assembleia de Deus de Duque de Caxias RJ, Daniel Elias. O líder religioso é militante do PT e discípulo fiel de Lula. Há um ano ele virou notícia em todo país quando viajou até Curitiba, no Paraná, para realizar um ato profético em favor do ex-presidente que estava preso na carceragem da Polícia Federal (PF). Daniel Elias, de 38 anos, ungiu o cadeado do portão da sede da PF. O pastor admite que a articulação enfrenta dificuldades.  “O grupo ligado à direita chegou primeiro

Quem são os 7 pastores mais respeitados do Mundo; Saiba agora

Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem. Outra pergunta é: Ele é tão bom, se é! Por que é? Ou é escolhido bom apenas pela sua fama? Muitas vezes o bom é aquele que contraria as multidões, mas o bom pode também estar entre as multidões, “Não devemos esquecer que por se tratar da Palavra de Deus, o discurso do pregador deve ser embasado nas Escrituras sempre” então fica ai minha dica e junto também uma de suas mensagem. No VÍDEO abaixo você vai conferir os nomes dos pastores que o Brasil inteiro conhece. São pastores de grandes ministérios que contem números altos de fieis sobre a presença de Deus. Hoje nas