Notícias do Mundo Inteiro

Header Ads

Milhares de bruxas se preparam para lançar feitiço contra Trump antes do Halloween

Enquanto isso, os cristãos norte americanos, oram pelo seu presidente


Como se a batalha contra o inquérito de impeachment proposto pelos democratas fosse suficiente, o presidente Donald Trump terá que enfrentar um “feitiço obrigatório” lançado por “milhares” de bruxas, programado para a última noite de sexta-feira (25).


À medida que o Halloween se aproxima, no final do mês, vários meios de comunicação americanos, como o Daily Wire, Washington Examiner e The Sun, estão relatando sobre bruxas que se opõem ao presidente Trump e estão planejando lançar um “feitiço obrigatório” sobre seu governo.

Tais relatos de bruxaria sendo usados ​​contra o Presidente não são novidade. As bruxas têm tentado lançar feitiços contra Trump desde sua posse como presidente dos EUA, em 2017.
Programadas para 25 de outubro às 23h59, essas auto-proclamadas “bruxas” planejam realizar um ritual que deve “prender”, mas não ferir o presidente.
Essas bruxas acreditam que estão fazendo algo “positivo” para todo o país ao não permitir que o presidente Trump cause danos aos EUA por suas ações.
Como a CBN News relatou, as bruxas têm aumentado seu envolvimento político desde que Trump foi eleito, lançando feitiços para “amarrar Trump”.
No ano passado, um grupo de 13.000 membros do Facebook lançou feitiços regulares sobre Donald Trump.
Há um ano, uma multidão de bruxas estava lutando contra o governo, realizando um ritual de lançamento de feitiços contra o recém-nomeado juiz da Suprema Corte, Brett Kavanaugh, em Nova York.
bruxaria tem aumentado constantemente nos EUA, desde os anos 90.
A Universidade Trinity College, em Connecticut, acompanhou a prevalência da bruxaria por cerca de 18 anos. Os pesquisadores descobriram que, em 1990, havia cerca de 8.000 wiccanos nos EUA. Esse número cresceu para 340.000 em 2008.
O Centro de Pesquisas ‘Pew’ descobriu mais tarde, em 2014 que 0,4% dos americanos, ou cerca de 1 a 1,5 milhão de pessoas, se identificam como ‘Wicca’ ou pagãs.
Segundo o evangelista e ex-bruxo John Ramirez, a própria celebração do Halloween não carrega nada de inofensivo em si.
“[Quando se celebra o Halloween] Pensamos que como ‘não estamos realizando rituais demoníacos’ ou ‘sacrifícios humanos’, ainda estamos em condições seguras, mas você sabia que assim que você se vestir com uma fantasia de ‘Dia das Bruxas’ ou se pintar para isso, está fazendo um convite ao diabo? Porque ao fazê-lo, você e sua família estão se dedicando a comemorar o feriado do diabo”.
“Você acabou de fazer um pacto com o inimigo, e você já está sacrificando seus filhos espiritualmente e mudando suas identidade, quando os veste daquele jeito”, alertou Ramirez.
Pastor John relatou como valorizava a festividade na época em que atuava como bruxo.
“Quando éramos adoradores do diabo, o Dia das Bruxas foi muito especial para nós e esperávamos celebrá-lo porque conhecíamos as implicações e o poder das trevas por trás daquela noite. É muito diferente de todas as outras noites no mundo da feitiçaria”.
“Perguntar a importância do Halloween para satanistas é como perguntar a um cristão: ‘O quão importante é a sexta-feira santa e o domingo da ressurreição para você?’. Halloween tem muito peso e importância para aqueles que habitam no lado da escuridão”, contou.

Postar um comentário

0 Comentários