Pular para o conteúdo principal

Milhares de bruxas se preparam para lançar feitiço contra Trump antes do Halloween

Enquanto isso, os cristãos norte americanos, oram pelo seu presidente


Como se a batalha contra o inquérito de impeachment proposto pelos democratas fosse suficiente, o presidente Donald Trump terá que enfrentar um “feitiço obrigatório” lançado por “milhares” de bruxas, programado para a última noite de sexta-feira (25).


À medida que o Halloween se aproxima, no final do mês, vários meios de comunicação americanos, como o Daily Wire, Washington Examiner e The Sun, estão relatando sobre bruxas que se opõem ao presidente Trump e estão planejando lançar um “feitiço obrigatório” sobre seu governo.

Tais relatos de bruxaria sendo usados ​​contra o Presidente não são novidade. As bruxas têm tentado lançar feitiços contra Trump desde sua posse como presidente dos EUA, em 2017.
Programadas para 25 de outubro às 23h59, essas auto-proclamadas “bruxas” planejam realizar um ritual que deve “prender”, mas não ferir o presidente.
Essas bruxas acreditam que estão fazendo algo “positivo” para todo o país ao não permitir que o presidente Trump cause danos aos EUA por suas ações.
Como a CBN News relatou, as bruxas têm aumentado seu envolvimento político desde que Trump foi eleito, lançando feitiços para “amarrar Trump”.
No ano passado, um grupo de 13.000 membros do Facebook lançou feitiços regulares sobre Donald Trump.
Há um ano, uma multidão de bruxas estava lutando contra o governo, realizando um ritual de lançamento de feitiços contra o recém-nomeado juiz da Suprema Corte, Brett Kavanaugh, em Nova York.
bruxaria tem aumentado constantemente nos EUA, desde os anos 90.
A Universidade Trinity College, em Connecticut, acompanhou a prevalência da bruxaria por cerca de 18 anos. Os pesquisadores descobriram que, em 1990, havia cerca de 8.000 wiccanos nos EUA. Esse número cresceu para 340.000 em 2008.
O Centro de Pesquisas ‘Pew’ descobriu mais tarde, em 2014 que 0,4% dos americanos, ou cerca de 1 a 1,5 milhão de pessoas, se identificam como ‘Wicca’ ou pagãs.
Segundo o evangelista e ex-bruxo John Ramirez, a própria celebração do Halloween não carrega nada de inofensivo em si.
“[Quando se celebra o Halloween] Pensamos que como ‘não estamos realizando rituais demoníacos’ ou ‘sacrifícios humanos’, ainda estamos em condições seguras, mas você sabia que assim que você se vestir com uma fantasia de ‘Dia das Bruxas’ ou se pintar para isso, está fazendo um convite ao diabo? Porque ao fazê-lo, você e sua família estão se dedicando a comemorar o feriado do diabo”.
“Você acabou de fazer um pacto com o inimigo, e você já está sacrificando seus filhos espiritualmente e mudando suas identidade, quando os veste daquele jeito”, alertou Ramirez.
Pastor John relatou como valorizava a festividade na época em que atuava como bruxo.
“Quando éramos adoradores do diabo, o Dia das Bruxas foi muito especial para nós e esperávamos celebrá-lo porque conhecíamos as implicações e o poder das trevas por trás daquela noite. É muito diferente de todas as outras noites no mundo da feitiçaria”.
“Perguntar a importância do Halloween para satanistas é como perguntar a um cristão: ‘O quão importante é a sexta-feira santa e o domingo da ressurreição para você?’. Halloween tem muito peso e importância para aqueles que habitam no lado da escuridão”, contou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POLÍTICA SOCIAL Vergonha para os baianos: dos 100 piores municípios para se viver em todo país, quase metade desses estão no estado da Bahia

Foto: Jucuruçu, no extremo sul da Bahia, é citado na lista Quatro em cada dez cidades brasileiras consideradas as piores para se viver ficam na Bahia. A informação é baseada em um relatório divulgado anualmente pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), que considera um índice similar ao IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, que avalia longevidade, educação e renda da população) da Organização das Nações Unidas. O Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) acompanha o desenvolvimento socioeconômico de todos os mais de 5 mil municípios brasileiros também em três áreas de atuação: emprego e renda, educação e saúde. O índice varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) e quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento da localidade. De acordo com os dados da Firjan, 55,2% do total das cidades possuem desenvolvimento moderado, e 1,9% (106 cidades) estão com baixo desenvolvimento, ou seja, abaixo de 0,4. Apenas 332 cidades (6% do total) possuem alto d

Mais um que apoia o Partido das Trevas: Pastor Daniel Elias da Assembleia de Deus vira garoto propaganda do PT para atrair evangélicos

O pastor é uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas evangélicas Pastor Daniel Elias (Reprodução) A nova estratégia do PT (Partido dos Trabalhadores), para ter um melhor desempenho nas eleições municipais de 2020, é a aproximação dos evangélicos. A pedido do ex-presidente Lula, o partido está criando núcleos evangélicos nos estados para tentar conquistar a classe evangélica que já provou que pode fazer a diferença nas urnas. Uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas é o pastor da Assembleia de Deus de Duque de Caxias RJ, Daniel Elias. O líder religioso é militante do PT e discípulo fiel de Lula. Há um ano ele virou notícia em todo país quando viajou até Curitiba, no Paraná, para realizar um ato profético em favor do ex-presidente que estava preso na carceragem da Polícia Federal (PF). Daniel Elias, de 38 anos, ungiu o cadeado do portão da sede da PF. O pastor admite que a articulação enfrenta dificuldades.  “O grupo ligado à direita chegou primeiro

Quem são os 7 pastores mais respeitados do Mundo; Saiba agora

Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem. Outra pergunta é: Ele é tão bom, se é! Por que é? Ou é escolhido bom apenas pela sua fama? Muitas vezes o bom é aquele que contraria as multidões, mas o bom pode também estar entre as multidões, “Não devemos esquecer que por se tratar da Palavra de Deus, o discurso do pregador deve ser embasado nas Escrituras sempre” então fica ai minha dica e junto também uma de suas mensagem. No VÍDEO abaixo você vai conferir os nomes dos pastores que o Brasil inteiro conhece. São pastores de grandes ministérios que contem números altos de fieis sobre a presença de Deus. Hoje nas