Pular para o conteúdo principal

Oração por objetos tem base bíblica?

Oração por objetos tem base bíblica?



A Bíblia é contra o uso de amuletos. Usar amuletos é idolatria e uma forma de feitiçaria. Amuletos não têm poder para nos ajudar.
Um amuleto é um objeto que a pessoa leva consigo ou guarda em um lugar especial, acreditando que tem poder para trazer sorte e/ou afastar influências malignas. Quem usa um amuleto põe sua fé no poder do amuleto. Usar amuletos é uma forma de fazer simpatia.
Usar amuletos é pecado?
Sim, usar amuletos é pecado, porque é idolatria. Devemos ter fé em Deus, não em amuletos. Apenas Ele tem poder para nos abençoar e proteger. Um amuleto é um objeto morto, sem poder nenhum.
Nos tempos da Bíblia muitos povos usavam amuletos. Mas Deus condenou esses povos, porque estavam praticando feitiçaria. Quando o povo de Israel começou a usar amuletos e outros objetos idólatras, Deus prometeu castigo (Isaías 2.6). No Novo Testamento, os cristãos não usavam amuletos e Jesus nunca promoveu essa prática.
Usar amuletos é uma forma de feitiçaria, porque a pessoa tenta manipular forças espirituais para conseguir o que quer. Mas nós não podemos manipular forças espirituais. O amuleto não tem poder, mas o engano tem. Quem acredita na mentira do poder dos amuletos se afasta de Deus, que é a verdade, e seu relacionamento com Deus sofre (Romanos 1.25).

E os lenços que curavam pessoas na Bíblia?

A Bíblia diz que algumas pessoas levavam lenços e aventais que o apóstolo Paulo usava e os colocavam por cima de pessoas doentes e eles eram curados. Mas a Bíblia diz claramente que era Deus que realizava os milagres, através de Paulo (Atos dos Apóstolos 19.11-12). Os lenços não tinham poder nenhum!
Nessa situação, os lenços eram apenas um símbolo da ação de Deus. Paulo não conseguia chegar a todas as pessoas para lhes impor as mãos, então esses lenços eram usados simbolicamente. Mas quando outras pessoas tentaram fazer milagres usando o nome de Jesus e de Paulo como feitiço, eles foram castigados (Atos dos Apóstolos 19.13-16).
A Bíblia usa muitas coisas como símbolos, para nos lembrar do poder de Deus. No deserto, quando os israelitas estavam morrendo de picadas de cobras, Deus mandou criar uma estátua de bronze de uma cobra. Quem olhasse para a estátua seria curado por Deus (Números 21.8-9). Mas, anos mais tarde, os israelitas passaram a adorar a estátua e a pôr sua confiança nela. Por isso, a estátua foi destruída, porque se tinha tornado um ídolo (2 Reis 18.4).
Da mesma forma, não é errado ter um versículo em casa que lhe lembra do poder de Deus e lhe faz pensar nele. Mas, se você começa a acreditar que esse versículo, em vez de Deus, lhe protege e abençoa, isso é idolatria. O versículo se torna um amuleto. O mesmo vale para qualquer outro objeto.
Extraído do site www.respostas.com.br/o-que-a-biblia-diz-sobre-amuletos/ em 08/11/2019

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POLÍTICA SOCIAL Vergonha para os baianos: dos 100 piores municípios para se viver em todo país, quase metade desses estão no estado da Bahia

Foto: Jucuruçu, no extremo sul da Bahia, é citado na lista Quatro em cada dez cidades brasileiras consideradas as piores para se viver ficam na Bahia. A informação é baseada em um relatório divulgado anualmente pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), que considera um índice similar ao IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, que avalia longevidade, educação e renda da população) da Organização das Nações Unidas. O Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) acompanha o desenvolvimento socioeconômico de todos os mais de 5 mil municípios brasileiros também em três áreas de atuação: emprego e renda, educação e saúde. O índice varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) e quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento da localidade. De acordo com os dados da Firjan, 55,2% do total das cidades possuem desenvolvimento moderado, e 1,9% (106 cidades) estão com baixo desenvolvimento, ou seja, abaixo de 0,4. Apenas 332 cidades (6% do total) possuem alto d

Mais um que apoia o Partido das Trevas: Pastor Daniel Elias da Assembleia de Deus vira garoto propaganda do PT para atrair evangélicos

O pastor é uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas evangélicas Pastor Daniel Elias (Reprodução) A nova estratégia do PT (Partido dos Trabalhadores), para ter um melhor desempenho nas eleições municipais de 2020, é a aproximação dos evangélicos. A pedido do ex-presidente Lula, o partido está criando núcleos evangélicos nos estados para tentar conquistar a classe evangélica que já provou que pode fazer a diferença nas urnas. Uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas é o pastor da Assembleia de Deus de Duque de Caxias RJ, Daniel Elias. O líder religioso é militante do PT e discípulo fiel de Lula. Há um ano ele virou notícia em todo país quando viajou até Curitiba, no Paraná, para realizar um ato profético em favor do ex-presidente que estava preso na carceragem da Polícia Federal (PF). Daniel Elias, de 38 anos, ungiu o cadeado do portão da sede da PF. O pastor admite que a articulação enfrenta dificuldades.  “O grupo ligado à direita chegou primeiro

Quem são os 7 pastores mais respeitados do Mundo; Saiba agora

Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem. Outra pergunta é: Ele é tão bom, se é! Por que é? Ou é escolhido bom apenas pela sua fama? Muitas vezes o bom é aquele que contraria as multidões, mas o bom pode também estar entre as multidões, “Não devemos esquecer que por se tratar da Palavra de Deus, o discurso do pregador deve ser embasado nas Escrituras sempre” então fica ai minha dica e junto também uma de suas mensagem. No VÍDEO abaixo você vai conferir os nomes dos pastores que o Brasil inteiro conhece. São pastores de grandes ministérios que contem números altos de fieis sobre a presença de Deus. Hoje nas