Notícias do Mundo Inteiro

Header Ads

Coronavírus: pastor chinês pede orações: “confiando nas promessas”

OMS declarou surto de coronavírus como emergência de saúde internacional


                                                                                                Hospital isolado em Wuhan. (Foto: Chinatopix via AP)

Nesta quinta-feira (30) a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou emergência de saúde pública de interesse internacional por conta do surto do coronavírus.

A decisão se deu por conta do crescimento de casos de infecção fora da China, com 98 casos confirmados em 18 países, além das 170 mortes da China e 8.100 pessoas diagnosticadas.
Diante do susto trazido pelo vírus, ainda de origem indeterminada, um pastor chinês da cidade de Wuhan, onde a doença eclodiu, está pedindo oração e chamando a igreja global para reagir.
Identificado como “Um Pastor de Wuhan” pela China Source, o religioso divulgou uma carta contando como está a situação na cidade e convocando outros líderes para apoiá-los.
“A situação é tão crítica, mas [estamos] confiando nas promessas do Senhor, que seus pensamentos para conosco são de paz e não de maldade (Jeremias 29:11), e que ele permita um tempo de provação, que não nos destrua, mas nos estabeleça”, disse ele. “Temos a responsabilidade de orar por aqueles que estão com medo nesta cidade e de lhes trazer a paz de Cristo”.
Doug Perez, um americano que reside em Wuhan, disse à Fox News que a situação é como uma “experiência assustadora”, como “algo extraído de um filme de ficção científica”. Ele disse que, além do vírus, ele se preocupa com a reação do governo chinês.
“O governo aqui adotou uma resposta muito, muito rigorosa, muito rigorosa e muito proativa … a esse coronavírus”, disse Perez. “Não me surpreenderia se houver alguns problemas no futuro, especialmente, você sabe, escassez de alimentos ou agitação civil”.
É algo que o pastor, que usa uma máscara em público, está muito ciente e acredita que o mandamento de Deus para os crentes é buscar a paz para aqueles na região.
“Devemos buscar paz para esta cidade, buscar paz para aqueles que sofrem com esta doença, buscar paz para o pessoal médico que luta nas linhas de frente, buscar paz para todos os funcionários do governo em todos os níveis, buscar paz para todo o povo de Wuhan”, escreve o pastor.
Ele termina a carta citando Romanos onde o apóstolo Paulo nos ensina a não temer a morte e conclui: “Se você não sente a responsabilidade de orar, peça ao Senhor uma alma amorosa, um coração fervoroso em oração; se você não estiver chorando, peça ao Senhor lágrimas, porque certamente sabemos que somente pela esperança da misericórdia do Senhor essa cidade será salva”.
Fonte: Gospel Prime

Postar um comentário

0 Comentários