Pular para o conteúdo principal

Proibir cultos não é perseguição contra a igreja!

A liberdade religiosa não é um direito absoluto.

Por Antonio Carlos Junior

Resultado de imagem para templos evangelicos

O novo coronavírus atingiu em cheio nosso país e, parece, ainda estamos no início dos problemas. Para conter a epidemia, vários Estados e Municípios estão declarando estado de emergência, proibindo aglomerações de pessoas em quaisquer espaços. Shoppings, bares, restaurantes, academias de ginástica e parques serão fechados!
E isso chegou às igrejas… Cultos e quaisquer reuniões religiosas estão sendo suspensos, e por determinação do Estado. Perseguição à Igreja? Não!
A liberdade religiosa não é um direito absoluto. Por exemplo, ninguém imagina que uma religião possa matar pessoas em rituais, mesmo que toda a família e o próprio sacrificado estejam de acordo. Do mesmo modo, se uma igreja emite som em volume muito alto pode acabar sendo interditada até adequação aos limites de decibéis definidos pelo município.
Alguns vão dizer que a liberdade de reunião só poderia ser suspensa através de Estado de Defesa ou de Sítio (artigos 136 e 137 da Constituição), decretados pelo Presidente da República.
Só que, no caso do coronavírus, estamos diante do conflito entre dois valores constitucionais: liberdade religiosa versus proteção da saúde e da vida das pessoas. E, para a solução desse conflito, ambos os direitos devem ter a máxima proteção possível.
Impedir o culto público com ajuntamento de pessoas, para evitar a propagação do vírus, prioriza o direito à vida e não atinge a essência da liberdade religiosa.
A igreja tem que fechar as portas!? Não! Só não deve fazer reunião/culto com várias pessoas!
Ou seja, ainda é possível o atendimento pastoral (oriento a que seja feito, de forma presencial, apenas nos casos extremamente necessários), a pregação da mensagem via internet…
Fonte: Gospel Prime/Foto Web

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POLÍTICA SOCIAL Vergonha para os baianos: dos 100 piores municípios para se viver em todo país, quase metade desses estão no estado da Bahia

Foto: Jucuruçu, no extremo sul da Bahia, é citado na lista Quatro em cada dez cidades brasileiras consideradas as piores para se viver ficam na Bahia. A informação é baseada em um relatório divulgado anualmente pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), que considera um índice similar ao IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, que avalia longevidade, educação e renda da população) da Organização das Nações Unidas. O Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) acompanha o desenvolvimento socioeconômico de todos os mais de 5 mil municípios brasileiros também em três áreas de atuação: emprego e renda, educação e saúde. O índice varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) e quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento da localidade. De acordo com os dados da Firjan, 55,2% do total das cidades possuem desenvolvimento moderado, e 1,9% (106 cidades) estão com baixo desenvolvimento, ou seja, abaixo de 0,4. Apenas 332 cidades (6% do total) possuem alto d

Mais um que apoia o Partido das Trevas: Pastor Daniel Elias da Assembleia de Deus vira garoto propaganda do PT para atrair evangélicos

O pastor é uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas evangélicas Pastor Daniel Elias (Reprodução) A nova estratégia do PT (Partido dos Trabalhadores), para ter um melhor desempenho nas eleições municipais de 2020, é a aproximação dos evangélicos. A pedido do ex-presidente Lula, o partido está criando núcleos evangélicos nos estados para tentar conquistar a classe evangélica que já provou que pode fazer a diferença nas urnas. Uma das armas do PT para se infiltrar nas igrejas é o pastor da Assembleia de Deus de Duque de Caxias RJ, Daniel Elias. O líder religioso é militante do PT e discípulo fiel de Lula. Há um ano ele virou notícia em todo país quando viajou até Curitiba, no Paraná, para realizar um ato profético em favor do ex-presidente que estava preso na carceragem da Polícia Federal (PF). Daniel Elias, de 38 anos, ungiu o cadeado do portão da sede da PF. O pastor admite que a articulação enfrenta dificuldades.  “O grupo ligado à direita chegou primeiro

Quem são os 7 pastores mais respeitados do Mundo; Saiba agora

Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem Não é uma tarefa tão fácil escolher entre tantos o 7 pastores mais respeitados do Brasil. Com certeza alguém poderá ficar de fora, outra questão é escolher entre as tantas linhas religiosas que existem. Outra pergunta é: Ele é tão bom, se é! Por que é? Ou é escolhido bom apenas pela sua fama? Muitas vezes o bom é aquele que contraria as multidões, mas o bom pode também estar entre as multidões, “Não devemos esquecer que por se tratar da Palavra de Deus, o discurso do pregador deve ser embasado nas Escrituras sempre” então fica ai minha dica e junto também uma de suas mensagem. No VÍDEO abaixo você vai conferir os nomes dos pastores que o Brasil inteiro conhece. São pastores de grandes ministérios que contem números altos de fieis sobre a presença de Deus. Hoje nas