Notícias do Mundo Inteiro

Header Ads

Estudo da Carta de Paulo a Filemom

Estudo da Carta de Paulo a Filemom

A carta de Paulo a Filemom é uma intercessão do apóstolo pela vida de um escravo chamado Onésimo. O que o apóstolo fez por ele, é muito semelhante ao que Cristo fez por nós, pois como Paulo intercedeu em favor de Onésimo, Jesus Cristo intercede em nosso favor.
Assim como Onésimo teve sua comunhão com seu senhor, restaurada, da mesma forma Cristo restaurou a nossa comunhão com Deus.
Paulo se coloca entre Filemom e Onésimo como pagador da dívida do escravo fugitivo, da mesma forma que Cristo pagou a nossa dívida com o pecado.
Onésimo, agora convertido, deveria voltar para seu senhor e quitar suas dívidas materiais e emocionais, da mesma forma nós, devemos nos voltar para Deus em Cristo, e nos relacionar com Ele com as dívidas pagas pelo Senhor Jesus.
O motivo para tal intercessão era fundamentado no fato de que Paulo e Filemom eram bons amigos. E Paulo pede ao senhor de Onésimo, que não o castigasse por ter fugido, mas que o perdoasse e recebesse como a um irmão em Cristo, pois foi sua fuga que proporcionou o encontro com o apóstolo e a consequente conversão.
Em Filemom 1, Paulo dá uma grande lição de amor. Ele intercede pela vida de Onésimo, um cristão escravo que fugiu de seu senhor. A pena para tal crime era a morte. Paulo gerou tanto a Filemom, quanto a Onésimo em Cristo e por isso os considera como filhos amados.
Filemom era um bom cristão. Havia uma parte da igreja que se reunia continuamente em sua casa, além disso ele demonstrava grande generosidade com irmãos.
Paulo ora para que a comunhão entre eles seja plenamente restabelecida e faz uma amorosa intercessão para resolver os problemas. Para isso, ele utiliza parte de seu prestígio e autoridade, certo de que Filemom lhe obedecerá.

Esboço de Filemom 1:

1.1 – 5: Saudação
1.6 – 8: Oração pela comunhão
1.9 – 16: Paulo intercede pela vida de Onésimo
1.17 – 21: Paulo utiliza seu prestígio e autoridade
1.22 – 25: Recomendações finais

Filemom 1.1 – 5: Saudação

1 Paulo, prisioneiro de Cristo Jesus, e o irmão Timóteo, a você, Filemom, nosso amado cooperador,
2 à irmã Áfia, a Arquipo, nosso companheiro de lutas, e à igreja que se reúne com você em sua casa:
3 A vocês, graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo.
4 Sempre dou graças a meu Deus, lembrando-me de você nas minhas orações,
5 porque ouço falar da sua fé no Senhor Jesus e do seu amor por todos os santos.

Filemom 1.6 – 8: Oração pela comunhão

6 Oro para que a comunhão que procede da sua fé seja eficaz no pleno conhecimento de todo o bem que temos em Cristo.
7 Seu amor me tem dado grande alegria e consolação, porque você, irmão, tem reanimado o coração dos santos.
8 Por isso, mesmo tendo em Cristo plena liberdade para mandar que você cumpra o seu dever,

Filemom 1.9 – 16: Paulo intercede pela vida de Onésimo


9 prefiro fazer um apelo com base no amor. Eu, Paulo, já velho, e agora também prisioneiro de Cristo Jesus,
10 apelo em favor de meu filho Onésimo, que gerei enquanto estava preso.
11 Ele antes lhe era inútil, mas agora é útil, tanto para você quanto para mim.
12 Mando-o de volta a você, como se fosse o meu próprio coração.
13 Gostaria de mantê-lo comigo para que me ajudasse em seu lugar enquanto estou preso por causa do evangelho.
14 Mas não quis fazer nada sem a sua permissão, para que qualquer favor que você fizer seja espontâneo, e não forçado.
15 Talvez ele tenha sido separado de você por algum tempo, para que você o tivesse de volta para sempre,
16 não mais como escravo, mas, acima de escravo, como irmão amado. Para mim ele é um irmão muito amado, e ainda mais para você, tanto como pessoa quanto como cristão.

Filemom 1.17 – 21: Paulo utiliza seu prestígio e autoridade

17 Assim, se você me considera companheiro na fé, receba-o como se estivesse recebendo a mim.
18 Se ele o prejudicou em algo ou lhe deve alguma coisa, ponha na minha conta.
19 Eu, Paulo, escrevo de próprio punho: Eu pagarei — para não dizer que você me deve a própria vida.
20 Sim, irmão, eu gostaria de receber de você algum benefício por estarmos no Senhor. Reanime o meu coração em Cristo!
21 Escrevo-lhe certo de que você me obedecerá, sabendo que fará ainda mais do lhe que peço.

Filemom 1.22 – 25: Recomendações finais

22 Além disso, prepare-me um aposento, porque, graças às suas orações, espero poder ser restituído a vocês.
23 Epafras, meu companheiro de prisão por causa de Cristo Jesus, envia-lhe saudações,
24 assim como também Marcos, Aristarco, Demas e Lucas, meus cooperadores.
25 A graça do Senhor Jesus Cristo seja com o espírito de todos vocês.

Sobre o autor  | Website

ME SIGA NO INSTAGRAM: @diegonascimento316 

Postar um comentário

0 Comentários