Notícias do Mundo Inteiro

Header Ads

No Brasil é aprovado projeto de lei que diminui condenação aos presos que lerem a Bíblia

No Brasil foi aprovado um projeto de lei que procura diminuir a pena dos privados de liberdade através do estudo bíblico.


A Assembleia Legislativa do Maranhão deu luz verde a este projeto de lei com a totalidade de todos os votos dos parlamentares presentes na reunião.


Apresentado pela deputada estadual Mical Damasceno, o projeto de lei argumenta que a palavra de Deus deve estar em todos os estabelecimentos penais da localidade; e que o estudo constante da Bíblia contará para redução da pena dos internos.
“A Bíblia sempre foi agente de transformação na vida das pessoas. Ela é o nosso fundamento, servindo de base, inclusive, para muitas constituições democráticas, à exemplo da nossa Carta Magna de 1988”, disse Damasceno.
“O Evangelho de Cristo e a ministração da Palavra têm feito a diferença na vida de muitos detentos, por meio do trabalho missionário que é feito nos presídios”, acrescentou Damasceno.
O texto explica um plano de estudo bíblico a cada interno para que em um ano estude 12 livros da Bíblia; traduzido a que por cada leitura reduza 4 dias da sua condenação.
“Nada melhor do que permitir também que a Bíblia ajude na redução de pena e, consequentemente, seja meio de transformação na vida daqueles que desejam mudar suas vidas durante e após o cumprimento de sua pena”, disse a deputada.
Além do estado do Maranhão, outros também têm projetos de lei semelhantes com a  memas finalidade: o estudo bíblico e a redução da pena em prisões do país.
Na cidade de São Paulo, a leitura dos livros da Bíblia é considerada uma obra de arte; e no Ceará as autoridades selecionam um livro e com base nisso é elaborado um relatório de conduta após esta ação.
Fonte: www.bíbliatodo.com

Postar um comentário

0 Comentários