sábado, 27 de março de 2021

China quer mandar no Brasil

 por Prof. Paulo Cristiano da Silva


Ontem o presidente da Câmara dos Deputados Arthur Lira teve uma vídeo Conferencia com o presidente da Assembleia Popular da China Li Zhanshu. Coincidentemente essa reunião ocorreu após Lira ter atacado ferozmente o ministro das relações exteriores Ernesto Araújo. O ministro além de ser um grande conhecedor das estratégias comunistas e globalistas, sabendo lidar muito bem com elas, tem elevado a credibilidade do Brasil perante o resto do mundo.

Outro conservador dentro do governo que foi vergonhosamente atacado esta semana foi o assessor do presidente Bolsonaro, Felipe Martins. O assessor foi ridiculamente acusado de fazer gesto de supremacia branca e por fim acusado de ser antissemita, pasmem, sendo ele judeu. E por fim, o Dep.Fausto Pinato, ergueu o tom dizendo: “ou sai a ala ideológica ou a guerra está declarada”. Lembrando que Pinato é o Presidente das frentes parlamentares Brasil-China.

A China por meio do seu embaixador espião Yang Wanming, está querendo à luz do dia interferir na política interna brasileira e esta influência vem ganhando força desde a eleição de Bolsonaro. O desespero de Lira não tem a ver apenas com a histórica ganancia do centrão por cargos (o ministério da saúde lhes foi negado mais uma vez). 

Muitos políticos do centrão como Dória, Maia e muitos outros são negociadores do Partido Comunista Chinês. Não é exagero dizer que a China vê o Brasil como um potencial hospedeiro e o maior fornecedor de alimentos e minérios do mundo. Sendo assim, a dominação deve ser inevitável. A caça aos conservadores dentro do governo não deve parar. É necessário deixar Bolsonaro sem apoio da ala que lhe é mais leal e que o ajudou a se eleger. Se eu estiver certo, o próximo na lista chinesa a ter a cabeça encomendada pelo centrão será o ministro Ricardo Salles do Meio Ambiente.

Fonte: CACP



sexta-feira, 26 de março de 2021

Após abaixo-assinado contra Alexandre de Moraes, Copolla diz que pode ser “censurado, investigado e preso”

 

Após abaixo-assinado contra Alexandre de Moraes, Copolla diz que pode ser “censurado, investigado e preso”


Caio Copolla, comentarista político da CNN Brasil e também ativista nas redes sociais, publicou um vídeo nesta quinta-feira (25), para fazer uma grave denúncia.

O jovem comentarista afirmou que pode vir a ser censurado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), investigado pela Polícia Federal (PF) e até mesmo ser preso arbitrariamente. No vídeo divulgado por meio da web, Copolla comentou acerca de uma matéria publicada pelo jornal Folha de São Paulo em que juristas e advogados rebateram argumentos utilizados por ele em críticas ao ministro Alexandre de Moraes.

Veja o vídeo completo publicado por Copolla:



“Eu tenho fundadas razões para acreditar que estou prestes a ser censurado pelo STF, investigado pela Polícia Federal e até preso arbitrariamente. Até o final do vídeo vocês vão entender porque estou correndo esses riscos”, disse Copolla.

A matéria do jornal Folha de São Paulo em questão, fala sobre a petição online pedindo o impeachment de Alexandre de Moraes que já possui milhões de assinaturas. Assinado pela jornalista Mônica Bergamo, o texto fala a respeito de “ataques” promovidos por Copolla contra o ministro da Suprema Corte. Para Caio, o jornal escolheu ficar “do lado errado”.

“No dia 22 de março, a Folha de S.Paulo, que vive publicando informações falsas a meu respeito, quebrou o seu silêncio constrangedor e se manifestou sobre o abaixo-assinado pela análise do pedido impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes. Para surpresa de ninguém, a Folha ficou do lado errado e publicou uma coluna difamatória contra mim, defendendo a coluna do ministro Alexandre de Moraes (…) Eis o título do texto, assinado por Mônica Bergamo: “Juristas e advogados defendem Alexandre de Moraes contra ‘ataques’ de Caio Coppolla, da CNN. Comentarista tem feito mobilização pelo impeachment do magistrado” , afirmou.

Fonte: PORTALBR7




quinta-feira, 25 de março de 2021

ELSA SATÂNICA UM ALERTA AOS PAIS

Pai enfrentando cadeia por chamar filha de “ela”

 Bob Unruh

Um pai canadense foi preso por se referir como “ela” uma filha de 14 anos que acredita que é um menino.



Robert Hoogland de Surrey, Colúmbia Britânica, entregou-se a um tribunal canadense em 16 de março de 2021 e foi preso depois que o Secretário de Justiça Provincial emitiu um mandado de prisão por desacato, informou o site Federalist.

A Suprema Corte de Columbia Britânica em fevereiro de 2019 havia ordenado que a menina recebesse injeções de testosterona apesar das objeções do pai. O tribunal declarou ainda que se o pai e a mãe se referissem à menina com pronomes femininos ou por seu nome de nascimento, o pai seria considerado culpado de “violência familiar.”

O problema de Hoogland começou quando a escola de sua filha encaminhou a menina a um psicólogo que recomendou que ela começasse a tomar hormônios sexuais aos 13 anos. Hoogland, citando o alegado histórico de problemas mentais da filha, recusou-se a dar permissão. Mas os médicos da Hospital Infantil BC decidiram que a menina deveria receber injeções de testosterona, e o tribunal concordou.

Hoogland acusou que o governo estava usando sua filha como “uma cobaia em um experimento.”

O especialista constitucional Jonathan Turley disse que se ele estivesse nessa situação, ele iria “ceder à preferência da criança sobre como a criança é mencionada.”

“No entanto, a questão é se o Estado deve desempenhar um papel tão coercitivo e intrusivo em uma família,” argumentou Turley, professor de direito da Universidade de George Washington, em Washington, D.C.

“Ordenar que um pai não fale com seu filho sobre a questão ou prendê-lo por se referir ao gênero biológico da criança aumenta os direitos de liberdade de expressão e dos pais sérios em minha opinião,” escreveu ele em um comentário postado em seu site em 19 de março de 2021.

“Percebo que muitos especialistas acreditam que a oposição a essa transição de gênero é abusiva e prejudicial. Não descarto essa opinião. No entanto, essa é uma posição melhor deixada para meios persuasivos em vez de coercitivos. Podemos debater essa questão e muitos podem se opor ao uso de tais pronomes como abusivo. Contudo, prender um pai por continuar a se opor a tal transição ou se referir ao pronome errado é assustador. Há um total desrespeito dos interesses equivalentes e direitos dos pais nessas decisões.”

Em um site de levantamento de fundos, Hoogland disse que ele está “lutando contra a extrema esquerda com base em uma defesa de desobediência civil.”

Ele disse que estará de volta ao tribunal para um julgamento criminal de cinco dias de 12 a 16 de abril.

“Esse julgamento que poderá me levar à cadeia por até cinco anos por falar a verdade sobre o abuso infantil patrocinado pelo Estado,” disse ele.

O tribunal, Turley observou, exigiu que o pai “seja contido” de tentar persuadir sua filha a não conseguir o tratamento, se dirigir a ela por seu nome ou se referir a ela como “uma menina ou com pronomes femininos.”

Além disso, o pai foi banido de compartilhar qualquer informação sobre “sexo, identidade de gênero, orientação sexual, saúde mental ou física, status ou terapias mentais.”

Isso foi depois que os médicos no Hospital Infantil BC decidiram dar injeções para a menina.

O Federalist observou que a maioria das crianças que passam por procedimentos de transição no final abraçam seu sexo de nascimento como adultos.

Os tribunais no Reino Unido disseram que as crianças não devem passar por tais procedimentos porque não têm a maturidade para tomar tais decisões que alteram a vida.

Traduzido por Julio Severo do original em inglês do WND (WorldNetDaily): Father facing jail for calling daughter 'she'

Fonte: www.juliosevero.com



Rui Costa, O Tranca Ruas: Governador anuncia suspensão do transporte intermunicipal durante a Semana Santa

 Onde estão os R$ BILHÕES para combater o corona vírus?

Trancar ruas, só faz quem não tem planejamento. Isto é apenas uma amostra do que é o COMUNISMO

O abre cofre com o tranca ruas


Durante a transmissão do Papo Correria, na noite desta terça-feira (23), o governador Rui Costa anunciou a suspensão do transporte intermunicipal no estado. A suspensão terá validade de 1º de abril até as 5h de 6 de abril. A medida restritiva será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (24).

“A intenção é evitar aglomeração no interior do estado. Sei que as pessoas costumam viajar para visitar familiares, mas neste momento precisamos conter a disseminação do coronavírus. Se as pessoas circularem corremos o risco de aumentar a contaminação”, ponderou o governador.

O decreto prevê que ficam suspensas, a partir da primeira hora do dia 1º de abril, a circulação e a saída, e, a partir da nona hora do dia 1º de abril de 2021, a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal rodoviário, público e privado, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans, em todo estado, até as 5h do dia 6 de abril.

Também ficam suspensas, a partir de 20h do dia 31 de março, a circulação, a saída e a chegada de ferry boats e catamarãs, em todo estado, até as 5h do dia 06 de abril.

Ficam suspensas, a partir de 20h do dia 1º de abril, a circulação, a saída e a chegada de transporte coletivo intermunicipal hidroviário, público e privado, como lanchinhas e balsas, em todo o estado, até as 5h do dia 5 de abril de 2021.

Fonte: *Adaptado da A Gazeta da Bahia



sexta-feira, 19 de março de 2021

Morre vítima de Covid-19 Irmão Lázaro



Vereador de Salvador, Lázaro ganhou fama nos anos 90 quando integrou o grupo Olodum


Foto: Reprodução

Morreu na noite desta sexta-feira (19), aos 54 anos, vítima da Covid-19, o vereador e cantor Irmão Lázaro. Ele estava internado, em estado grave, na UTI de um hospital em Feira de Santana, desde o último dia 25 de fevereiro. A família chegou a planejar a transferência do vereador para um hospital de Salvador, mas, devido a gravidade do seu quadro clínico, foi desaconselhada pela equipe médica e ele seguiu o tratamento em Feira de Santana. 

A notícia da morte foi confirmada por pessoas próximas do Irmão Lázaro, que lamentaram a sua partida por meio das redes sociais, entre elas o jornalista Uziel Bueno. Nesta sexta-feira, o boletim médico emitido pelo hospital em que ele estava internado informou que o quadro seguia muito delicado e que o paciente não havia apresentado nenhuma intercorrência, e permanecia estável, necessitando de cuidados intensivos.

Vereador de Salvador, Irmão Lázaro ficou conhecido nos anos 90, quando integrou o grupo Olodum e se tornou cantor Góspel após se tornar evangélico. Na carreira política foi também deputado federal, entre 2015 e 2018 e chegou a concorrer a uma vaga para o senado, mas não foi eleito. 

Fonte: Tribuna da Bahia

sábado, 13 de março de 2021

Razões porque não creio na salvação de um Adventista

 por Artigo compilado 






Antes de apresentar as razões, quero fazer uma qualificação importante. Existem adventistas coerentes e incoerentes. Um adventista incoerente é aquele que não está confiante em assuntos exclusivistas da seita, crê em Cristo, e não pensa como a seita pensa em vários pontos problemáticos. Os adventistas coerentes são aqueles que estão plenamente alinhados com todos, ou com os mais problemáticos, postulados doutrinários da seita Adventista do Sétimo Dia. É deste tipo de adventista, coerente, que me refiro nesta postagem.

1º Razão: A teologia atual Adventista nega a inerrância bíblica. Apesar de encontrar evidência nos escritos de Ellen White que ela cria na inerrância bíblica, é por causa dela que a erudição adventista nega a inerrância bíblia, ficando junto com os teólogos liberais neste assunto.

2º Razão: A teologia Adventista inclui em seu sistema doutrinário a crença em Ellen White. Nenhuma denominação cristã de tradição protestante incluiu uma crença mística em seu fundador ou reformador (consulte a confissão de fé das Igrejas Históricas). Curioso que para ser Católico é preciso crer no Papa, para ser Testemunhas de Jeová é preciso crer no ‘Escravo Fiel’, para ser Mórmon é preciso crer em Joseph Smith, para ser do Tabernáculo da Fé é preciso crer em W. M. Branham. Para ser adventista, precisa crer no ministério profético de Ellen White. A maneira mais comum de definir uma seita é: um grupo que segue um líder humano.

3º Razão: A teologia Adventista enfraquece a suficiência da Escritura. Esse erro decorre do anterior. Os escritos de Ellen White estão presentes na vida espiritual do adventista como constante fonte de orientação para a igreja remanescente.

4º Razão: A teologia Adventista afirma que apenas a denominação Adventista é a Igreja Remanescente (isto é, a verdadeira Igreja!). Se a sua Igreja guardar o sábado, não significa que está certa. Segunda a seita adventista a Igreja Remanescente precisa de um sistema de crenças que inclua Ellen White, a reforma de saúde, que negue o tormento eterno, ensine a entrada de Jesus no santíssimo celestial em 1844, etc.

5º Razão: A teologia Adventista associa a salvação escatológica à guarda do sábado. Na prática, todo adventista sente que está salvo por causa do sábado, visto que a seita ensina que este é o selo de Deus. Mas oficialmente, dizem que no tempo da angustia final, na grande tribulação, esse será a marca da salvação.

6º Razão: A teologia Adventista considera o Domingo como marca da besta. O cristianismo, desde os seus primórdios, antes de cair na apostasia romana, guardava o sábado cristão, isto é, O Domingo, como celebração da ressurreição do Senhor, em lugar do sábado judaico. Na atualidade o espírito adventista odeia esse dia e o vê como um dia diabólico. Consideram assim, toda a herança cristã com erro demoníaco. Apesar de crerem que exista inocentes entre os ‘dominguistas’.

7º Razão: A teologia Adventista mistura a expiação de Cristo com a punição de Satanás. Esse erro de interpretação só terá influência quando, e até mesmo o mais coerente adventista dificilmente irá pensar logicamente aqui, desejar a punição de satanás para que seus pecados sejam finalmente expiados. O adventista coerente sabe que a expiação só estará completa quando o diabo for punido!

8º Razão: A teologia Adventista atribui a restauração da verdade aos pioneiros, mesmo esses sendo antitrinitários. Como uma igreja que sabe que a doutrina da trindade é necessária para a existência do cristianismo, pode ver em heréticos antitrinitários o Espírito de Deus? Chama-os de ‘pais na fé’, aqueles que eram filhos das trevas.

9º Razão: A teologia Adventista diz que a principal verdade deles, e de Ellen White, é a doutrina de 1844. Segundo os adventistas, Jesus ficou no céu esperando desde sua ascensão até 22 de outubro de 1844 para entrar no santíssimo celestial e dar continuidade ao que iniciou na Cruz. Isto está em confronto direto com as afirmações da carta inspirada aos Hebreus.

CONCLUSÃO: Tais pontos cardeais da fé ADVENTISTA danificam o crer bíblico (Atos 16.31), a fé adventista não é a Fé [o conjunto de crenças cristãs do NT] que uma vez por todas foi dada aos santos (Jd 3,4). Não posso crer na salvação de um Adventista coerente.

—————-

Por Luciano Sena

Fonte: CACP

PCCh pressiona OMS para implementar sistema global chinês de ‘passaporte de vacinação’

 O mundo está preparado para o anticristo

Xi Jinping, o ditador comunista da China

O Partido Comunista da China pressionou a Organização Mundial da Saúde (OMS) na última terça-feira (9) para implementar globalmente o seu sistema de “passaporte de vacinação”, já em uso doméstico na China desde quarta-feira (10).

Segundo o pedido feito à OMS, o PCCh quer construir e administrar um banco de dados global para “passaportes de vacinas”, documentando se todas as pessoas na Terra receberam uma vacina contra o vírus chinês.

“Especialistas chineses observaram na terça-feira que a China pode ajudar compartilhando sua experiência e fornecendo suporte técnico à OMS para organizar a questão”, disse o China’s Global Times , um jornal de propaganda estatal.

“Já que a China é o país com mais experiência no uso de um sistema de código de saúde no mundo, a OMS é o organizador mais adequado para garantir independência, justiça e segurança de dados”, acrescentou a mídia estatal, pressionando a OMS a fazer uma parceria com o PCCh.

“Em termos de tecnologia, acredito que as empresas chinesas podem construir uma plataforma internacional em apenas uma semana”, afirmou um dos especialistas do PCCh.

“A OMS pode traçar as regras, procedimentos e formato dos dados. A China está muito disposta a fornecer suporte para compartilhar experiências e técnicas na criação de tal plataforma, já que o país tem uma rica experiência nisso”, acrescentou o especialista.

O sistema chinês identificaria quem já foi vacinado. Caso ainda não tenha recebido a vacina, o cidadão é impedido de viajar.

Fonte: Terça Livre

sexta-feira, 5 de março de 2021

Estudante é suspenso de universidade por dizer que ‘homem é homem, mulher é mulher’

 

Owen Stevens não poderá participar de programas de ensino obrigatório por postar vídeos no Instagram que expressam ideologia conservadora.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO DAILY WIRE

ATUALIZADO: QUINTA-FEIRA, 4 MARÇO DE 2021 AS 9:06


                                     O estudante Owen Stevens em vídeo no Instagram. (Foto: Reprodução / Instagram)

A Universidade Estadual de Nova York (SUNY) Geneseo enviou um e-mail para o estudante de educação Owen Stevens colocando-o em suspensão de seus programas de ensino de campo depois que seus colegas denunciaram vídeos dele com “opiniões conservadoras”.

A escola afirma que os vídeos de Stevens “questionam” sua capacidade de “manter um ambiente de sala de aula protegendo o bem-estar mental e emocional de todos os [seus] alunos”.

De acordo com uma cópia da suspensão de Steven, obtida pelo The Daily Wire, o estudante permanecerá proibido de participar de experiências de campo na escola e cursos até que ele conclua um ‘plano de remediação’. O plano de remediação inclui tirar do ar seus vídeos do Instagram, diminuir sua presença na mídia social e participar de um treinamento sancionado pela escola.

Stevens disse ao The Daily Wire que se recusa a participar do treinamento de ‘reeducação’.

Doutrina de inclusão

“Após a revisão de todos os materiais disponíveis, descobri que, com base em sua posição pública contínua e presença na mídia social, você não demonstra consistentemente os comportamentos exigidos pela Estrutura Conceitual da Escola de Educação”, escreveu o reitor da Escola de Educação em um e-mail para Stevens.

A universidade afirma que Stevens violou a doutrina de inclusão da escola, que exige que os professores promovam "uma comunidade diversificada no campus, marcada pelo respeito mútuo pelos talentos e contribuições únicos de cada indivíduo".

O reitor também insinuou que os futuros professores são obrigados a apoiar todos os aspectos da homossexualidade e identidade de gênero. Durante um de seus vídeos no Instagram, Stevens disse: “Um homem é um homem, uma mulher é uma mulher. Um homem não é uma mulher e uma mulher não é um homem.” O reitor disse a Stevens que sua posição científica sobre biologia está “em conflito" com a Lei de Dignidade para Todos os Estudantes do estado.

“Você continua a sustentar: 'Eu não reconheço o gênero que eles afirmam ser se não forem biologicamente desse gênero'”, disse o reitor. “Esta posição pública está em conflito com a Lei de Dignidade para Todos os Alunos, que exige que os professores mantenham um ambiente de sala de aula protegendo o bem-estar mental e emocional de todos os alunos”.

Outros vídeos na página de Steven no Instagram incluem ele explicando como o Dia de Colombo não é sobre comemorar cada faceta da vida de Cristóvão Colombo e como clubes baseados em raça podem ser tóxicos para o progresso racial.

Stevens disse ao The Daily Wire que recebeu ameaças de seus colegas desde que seus vídeos foram descobertos.

“Recebi ameaças e incidentes horríveis de estudantes que sentem que estão tornando o mundo um lugar melhor ao se tornarem a polícia do pensamento desperto”, disse Stevens. “No geral, quero que seja feita justiça e que a coisa certa seja feita.”

Fonte: guiame.com


"Chame-os do que você é".