terça-feira, 21 de dezembro de 2021

Advogado quer afastamento e prisão de diretores da Anvisa

 Wilson Koressawa, líder do grupo Ações Libertadoras, lançou documento que serviria de base para pedido contra a agência

 

Paulo Moura - 20/12/2021 11h53 | atualizado em 20/12/2021 12h30

 

Advogado pediu prisão de diretores da Anvisa Foto: Divulgação/Anvisa

 O advogado e promotor aposentado Wilson Koressawa, líder do grupo Ações Libertadoras, lançou um documento no site do movimento que serviria de base para pedir o afastamento e a prisão de quatro diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O fato ocorre em meio à polêmica aprovação da aplicação da vacina da Pfizer contra a Covid-19 em crianças.

 De acordo com o texto apresentado pelo advogado, a vacinação em crianças “não se afigura razoável, pois, tal autorização é inconstitucional, ilegal e faz com que os representados incidam, em tese, na prática de vários crimes, infrações administrativas referentes aos deveres inerentes ao cargo e ato ilícito (art. 187, do Código Civil)”.

 

Koressawa afirma ainda que a liberação da imunização “deve ensejar o imediato afastamento deles do cargo, a prisão em flagrante ou preventiva, responsabilizando-os administrativa, civil e criminalmente”. Os alvos do pedido são o presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, e os diretores Meiruze Sousa Freitas, Gustavo Mendes Lima Santos e Diogo Penha Soares.

No documento, Koressawa ainda pede a suspensão do que considera “vacinação obrigatória” e do passaporte da vacina, além de pedir que todos os gestores que exijam comprovante de vacinação sejam alvos de investigação criminal.

Fonte: Pleno News

Nenhum comentário: